Publicidade

Estado de Minas DUPLO HOMICÍDIO

Mãe e filho são mortos a facadas em Uberaba; polícia já identificou os suspeitos

Imagens de câmeras de segurança ajudaram a PM a identificar os suspeitos (pai e filho), que ainda estão foragidos


23/09/2020 11:01 - atualizado 23/09/2020 12:39

O corpo da mulher foi localizado ao lado da moto que estava caída(foto: Divulgação)
O corpo da mulher foi localizado ao lado da moto que estava caída (foto: Divulgação)
Keila Adriana Manzan da Silva, de 45 anos, e Rafael Angelo Manzan Campos, de 28, mãe e filho, foram assassinados a facadas no final da noite desta terça-feira (22), nas proximidades de um bar do Parque do Mirante, em Uberaba. Após relatos de testemunhas e imagens de câmera de segurança, a PM identificou os dois suspeitos (pai e filho) e ambos estão foragidos. 
 
Ainda não há informações sobre a motivação do duplo homicídio e se existe algum grau de parentesco entre os envolvidos (suspeitos e vítimas), já que existe sobrenome em comum. A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Uberaba (DHPP) investiga o crime.
 
De acordo com o registro da PM, inicialmente, os militares receberam a informação de que dois indivíduos estavam em luta corporal nas proximidades do bar e que no local já havia uma mulher caída ao solo, sem sinais vitais, e ao lado dela uma moto Honda CG 160.

Ao chegar ao local, a equipe da PM encontrou o homem caído em um gramado, a poucos metros de sua mãe, também, aparentemente, sem sinais vitais, com perfurações e cortes no pescoço.
 
Pouco tempo depois, equipe médica da unidade de Saúde Avançada (USA) do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência (SAMU) chegou e constatou o óbito das duas vítimas. Mãe e filho morreram após sofrerem várias perfurações de arma branca pelo corpo, possivelmente uma faca.
 
Durante os trabalhos da perícia técnica da Polícia Civil (PC), ainda conforme o registro a PM, um morador das proximidades do local cedeu para a PM imagens de câmera de segurança de sua residência que mostram duas camionetes, uma de cor escura e outra de cor clara, estacionando próximo ao local do crime, sendo que ambos condutores desembarcaram do veículo e caminharam em sentido ao local exato das agressões. 
 
De acordo com a PM, depois do crime a camionete de cor clara fugiu sentido Parque das Acácias e a camionete escura seguiu no rumo da Rua Dr. Hélio Luis da Costa.

Após relato de testemunha, a PM identificou as duas camionetes, duas Chevrolet S10, de propriedades dos dois suspeitos, que moram nas proximidades do local do crime. Até a publicação desta matéria eles não haviam sido encontrados. A PM prossegue com rastreamento.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade