Publicidade

Estado de Minas EDUCAÇÃO

Cadastro escolar 2021 da rede municipal de BH será automático

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação (Smed), os cadastros serão feitos por fases e a primeira começa nesta quarta-feira (23)


22/09/2020 13:53 - atualizado 22/09/2020 14:33

Na primeira fase do cadastro, que vai até 19 de outubro, será aberto o sistema de matrícula automática(foto: Reprodução/ Internet)
Na primeira fase do cadastro, que vai até 19 de outubro, será aberto o sistema de matrícula automática (foto: Reprodução/ Internet)
Com as aulas presenciais suspensas desde março devido à pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2), a Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Smed), divulgou que o cadastro escolar 2021 e o fluxo de matrículas na rede municipal serão automáticos e começam nesta quarta-feira (23). 
De acordo com a PBH, o registro escolar será feito em etapas para não gerar aglomerações naqueles que buscarão atendimento na rede municipal no próximo ano. Na primeira fase, que vai até 19 de outubro, será aberto o sistema de matrícula automática. 

Os responsáveis dos 19.799 alunos que estão matriculados em escolas de educação infantil e creches parceiras, que irão para o ensino fundamental, poderão confirmar pelos celulares a matrícula na escola mais próxima de casa – que é indicada pelo próprio sistema. Essa medida visa preservar a necessidade de sair de casa em meio à pandemia. 

Em nota, a Secretaria Municipal de Educação explicou que o processo será feito pelo site da prefeitura. 

“Pelo Portal da PBH, um sistema desenvolvido pela Prodabel permitirá que o responsável pelo estudante digite seu CPF e o nome do aluno, e o próprio sistema mostrará a escola mais próxima da casa dele onde a vaga está garantida. A confirmação vai gerar um termo de matrícula, considerado como assinado eletronicamente. Este termo irá direto para a nova pasta que o aluno terá em 2021”, detalhou. 

Documentos 

Para a confirmação da matrícula, os documentos necessários serão digitalizados e transferidos entre as secretarias da instituição de origem e destino. Deste modo, ninguém precisará ir até as escolas para realizar o procedimento presencialmente.  

Aqueles que não ficarem satisfeitos com a vaga indicada ou que não encontrarem seu encaminhamento eletrônico poderão participar das próximas etapas que também estão sendo preparadas de forma digital, gerando segurança da trajetória escolar. 

Em breve, será a vez de quem deseja transferência de outras redes para a municipal, que ocorrerá também através de um cadastro excepcional e específico para esses estudantes, de modo a evitar ao máximo concentração de famílias em secretarias em busca de vagas.

Para saber mais detalhes, acesse o site da PBH
 
* Estagiário sob supervisão da subeditora Ellen Cristie. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade