Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Ouro Preto reduz leitos de enfermaria na Santa Casa após queda na taxa de ocupação

Hospital de Campanha permanece aberto. Taxa de ocupação dos leitos de UTI segue alta


15/09/2020 10:08 - atualizado 15/09/2020 17:20

Santa Casa de Misericórdia de Ouro Preto (foto: Eduardo Tropia/Divulgação )
Santa Casa de Misericórdia de Ouro Preto (foto: Eduardo Tropia/Divulgação )
Desde domingo (13), o número de leitos de enfermaria na Santa Casa de Ouro Preto, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, reservados para pacientes com a COVID-19 foi reduzido. Se até então o hospital contava com 16 leitos de enfermaria para tratamento de pessoas com a doença, agora são sete leitos disponíveis.

 

Segundo a assessoria do hospital, a redução dos leitos foi uma solicitação da Secretaria de Saúde de Ouro Preto, baseada na taxa de ocupação, que está abaixo de 30%. Ainda de acordo com a Santa Casa, os leitos que estavam sendo utilizados para pacientes com a COVID-19, serão utilizados para internações de Clínica Médica.

 

 

 

O secretário de saúde de Ouro Preto, Paulo Marcos Xavier da Silva, informou que a decisão de reduzir os leitos de enfermaria foi tomada após uma avaliação conjunta. O gestor acrescentou que há ainda outros 50 leitos disponíveis no Hospital de Campanha do município. O secretário afirmou que não há previsão de fechamento de novos leitos ou do próprio Hospital de Campanha.

 

A enfermeira Natália Dias de Almeida Costa, uma das coordenadoras do Hospital de Campanha, explica que o objetivo é concentrar em um só lugar os casos supeitos de COVID-19. "O Centro é específico para os casos respiratórios prováveis. Com o atendimento aqui, diminuímos o fluxo da UPA e das unidades de saúde", afirma. 

Redução da taxa de ocupação

Desde o dia primeiro de setembro a Santa Casa de Ouro Preto vem registrando queda na taxa de ocupação dos leitos de enfermaria reservados para pacientes com a COVID-19. A maior taxa registrada foi de 37,50% no dia dois de setembro. Já a menor marca foi computada no dia 12, quando todos os leitos de enfermaria estavam disponíveis.

Ocupação de UTIs permanece alta

Porém, nesse mesmo período, a taxa de ocupação de leitos de UTI na Santa Casa de Ouro Preto permanece alta. Em vários dias, a ocupação dos 10 leitos de UTI foi máxima. A Santa Casa chegou a passar dois dias seguidos sem vagas para internação nas UTIs.

 

De acordo com dados atuais, a taxa de ocupação dos leitos de enfermaria na instituição é de 42.85%, enquanto a ocupação dos leitos de UTI atinge 69,23%.

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade