Publicidade

Estado de Minas CRIME CONTRA A HONRA

Homem é preso por ofender vereador de Juatuba que morreu de infarto

Mensagens ofensivas foram postadas nas redes sociais nesta sexta, após a morte de Dr. Jorge, que era delegado aposentado


11/09/2020 20:04 - atualizado 11/09/2020 20:52

Polícia Civil efetuou a prisão após ser comunicada sobre as mensagens(foto: Divulgação/PCMG)
Polícia Civil efetuou a prisão após ser comunicada sobre as mensagens (foto: Divulgação/PCMG)

Um homem, de 38 anos, foi preso, nesta sexta-feira (11), em Itaúna, Região Centro-Oeste de Minas Gerais, horas depois de publicar, em uma rede social, ofensas contra o vereador de Juatuba e delegado aposentado, Jorge Antônio Pereira de Mello. O parlamentar morreu nesta manhã, vítima de infarto.

 

De acordo com a Polícia Civil, ao serem informados sobre a postagem, policiais identificaram o suspeito e foram até a casa dele, no Bairro São Judas Tadeu. Ao ser abordado, segundo a corporação, ele se exaltou, desacatou os oficiais e danificou uma viatura.
  

O homem foi detido em flagrante por crimes contra a honra e o patrimônio, além de desacato. Após a conclusão dos trabalhos, ele foi levado ao sistema prisional e está à disposição da Justiça.

 

O suspeito usou as redes sociais para postar mensagens em ataque ao delegado aposentado. Em uma das mensagens chegou a acusá-lo de “corrupto e sujo”. Em outra, tratou a morte de Dr. Jorge, que também era pré-candidato a prefeito de Itaúna, como “imensa alegria”.

As declarações seriam em represália à condução de uma investigação policial envolvendo o suspeito.

 

Os delegados Leonardo Moreira Pio e João Marcos do Amaral, responsáveis pela ação, afirmaram que o delegado “sempre foi um servidor exímio, que dedicou a vida à carreira policial, na busca incessante pela garantia da segurança pública”.

Eles ainda advertiram quanto a publicações nas redes sociais. “Aquele que publica ou compartilha informações desonrosas sobre uma pessoa, atingindo a sua dignidade ou atribuindo prática de crime falsamente, comete crime contra honra e, mesmo que seja em ambiente virtual, estará sujeito às sanções previstas no Código Penal”, alertaram.

 

Infarto

Dr. Jorge sofreu parada cardiorrespiratória na manhã desta sexta. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, a equipe tentou as manobras de reanimação, porém sem sucesso. Ele deixa a esposa e duas filhas. 

O vereador iniciou a carreira política em 2005, quando assumiu pela primeira vez uma cadeira na Câmara de Juatuba. Depois, foi eleito para o atual mandato.

Em nota, o Legislativo informou que a trajetória dele foi marcada “pela defesa dos direitos dos negros e das mulheres”.

 

O velório será realizado neste sábado (12), a partir das 6h no Velório Central de Itaúna. O sepultamento ocorrerá em seguida, às 9h, no Cemitério Parque Jardim.

 

*Amanda Quintiliano especial para o EM

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade