Publicidade

Estado de Minas ONDA AMARELA

COVID-19: Itaúna ultrapassa 500 casos confirmados

O município registrou 32 novos casos nas últimas 48 horas


11/09/2020 16:30 - atualizado 11/09/2020 17:40

Itaúna segue na Onda Amarela do Minas Consciente (foto: Divulgação/Prefeitura de Itaúna)
Itaúna segue na Onda Amarela do Minas Consciente (foto: Divulgação/Prefeitura de Itaúna)

 

Itaúna, na Região Centro-Oeste de Minas Gerais, ultrapassou a marca de 500 casos confirmados pela COVID-19. De acordo com o último boletim epidemiológico, divulgado nesta sexta-feira (11), a cidade registrou 531 casos positivos. Em comparação com o mês anterior, houve um aumento de 100% no número de infectados.

 

Segundo o último informe divulgado pelo Hospital Manoel Gonçalves , que, além de Itaúna, também atende as cidades de Itaguara, Itatiaiuçu e Piracema, existem 16 pacientes internados, sendo oito no CTI e oito na enfermaria. Desse número, 15 são moradores de Itaúna. 

 

Mesmo após a última reunião do Comitê Estadual de Enfrentamento a COVID-19 ter classificado a microrregião que compreende as cidades de Itaúna, Itaguara, Itatiaiuçu e Piracema na Onda Vermelha, a prefeitura de Itaúna decidiu seguir na Onda Amarela, adotando a classificação da macrorregião Oeste. 

 

De acordo com o prefeito Neider Moreira, é muito importante manter as medidas de prevenção, para evitar um retrocesso na flexibilização. “Mesmo com a alta testagem e com índices de mortalidade proporcionais menores do que do estado e do Brasil, ressaltamos a importância de a população seguir os cuidados necessários de higiene bem como o uso correto da máscara” afirma.  

 

“Todos os empreendedores do comércio, em especial donos de bares e restaurantes, também têm participação fundamental para que as regras sejam cumpridas e assim possamos evitar um aumento da doença, com consequente elevação da ocupação de leitos do hospital e, consequentemente, retrocesso na flexibilização da atividade econômica do Município” finaliza. 

 

O município está há duas semanas sem novas mortes, contabilizando sete óbitos. 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade