Publicidade

Estado de Minas MORTE

Autópsia será determinante em investigação de morte de criança em UPA

Menina, de 2 anos, tinha sido diagnosticada com herpes no meio da semana


07/09/2020 15:37 - atualizado 07/09/2020 17:08

Menina foi atendida na UPA Santa Terezinha, na Região da Pampulha, em BH(foto: Google street View/Reprodução)
Menina foi atendida na UPA Santa Terezinha, na Região da Pampulha, em BH (foto: Google street View/Reprodução)
O resultado do exame de corpo de delito da menina de dois anos, que morreu na UPA do Bairro Santa Terezinha, em Belo Horizonte, no início da noite de domingo (6), será decisivo para que a Polícia Civil prossiga com a investigação a partir da queixa registrada pelos pais, que estão inconformados.

A expectativa é de que o resultado da autópsia seja concluído em 30 dias. O corpo foi liberado na manhã desta segunda-feira para a família.

A criança deu entrada na unidade médica na terça-feira, para se tratar de herpes. Tinha bolhas em todo o corpo. Depois de medicada, retornou para casa, mas teve uma piora no final da semana, mostrando dificuldades para respirar. Nesse domingo, a família a levou de volta à UPA, às 15h, para atendimento, pois ela também apresentava febre.

Por volta de 17h45, ela teve uma piora. Os médicos fizeram, então, manobras de ressuscitação, mas não obtiveram sucesso e, 15 minutos depois, foi declarada a morte da criança.

Pais chamaram a polícia

Os pais entraram em desespero quando receberam a notícia. A mãe chorava muito e não conseguia falar. Só gritava pela filha. Foi quando o pai resolveu solicitar a presença da Polícia Militar.

O caso foi encaminhado para a 3ª Delegacia Noroeste, no entanto, o caso deverá ser levado, nesta terça-feira, para a Delegacia de Homicídios ou para a Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade