Publicidade

Estado de Minas FALSIDADE IDEOLÓGICA

Suposto falso médico veterinário é investigado em Pará de Minas

O suspeito utilizava um carimbo com número inexistente do Conselho Regional de Medicina Veterinária; Três mandados de busca e apreensão foram cumpridos


01/09/2020 09:30 - atualizado 01/09/2020 10:34

Três mandados de busca e apreensão foram cumpridos pela Polícia Civil.(foto: Divulgação/PCMG)
Três mandados de busca e apreensão foram cumpridos pela Polícia Civil. (foto: Divulgação/PCMG)
A Polícia Civil em Pará de Minas, Região Centro-Oeste do Estado, desencadeou operação nesta segunda-feira (31), para apurar a atuação de um suposto falso médico veterinário que atua na cidade. As investigações tiveram início após denúncia recebida pelo Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV/MG). O jovem, de 25 anos, foi encontrado em um pet shop.

 

De acordo com o delegado regional, Carlos Henrique Gomes Bueno, o suspeito utilizava-se de um carimbo com um número de registro inexistente junto ao CRMV/MG e se passava como médico veterinário, inclusive em redes sociais. O Conselho também atua no caso e já adotou as medidas administrativas contra ele.

 

Durante a operação foram cumpridos três mandados de busca e apreensão, sendo um deles em um pet shop onde o suspeito atuava. Ele não chegou a ser preso e será intimado a prestar esclarecimento sobre os fatos no decorrer do inquérito policial. “Ele responderá pelos crimes de falsidade ideológica e exercício ilegal da profissão”, explica o delegado responsável pelas investigações, Cesar Augusto de Faria Freitas.

 

Material apreendido foi encontrado em um pet shop (foto: Divulgação/PCMG)
Material apreendido foi encontrado em um pet shop (foto: Divulgação/PCMG)
No local, foram encontrados um carimbo utilizado para receituários e consultas, anotações de procedimentos veterinários, tais como castração, eutanásia, além de um jaleco de trabalho, documentos que comprovam a prática de outros procedimentos privativos de médico veterinário, um aparelho celular, notebook e pen drives.

 

CRMV

 

Em nota, o Conselho Regional de Medicina Veterinária informou que recebeu a denúncia por meio da ouvidoria, informando que um falso médico-veterinário, estaria atuando irregularmente em um pet shop em Pará de Minas.  

 

Em trabalho de Fiscalização, o CRMV-MG identificou que o denunciado, utilizava um carimbo falso, com um número de inscrição inexistente neste Conselho profissional. A Fiscalização foi até o local, apreendeu o falso carimbo e cartões de vacina, e apresentou o caso à Polícia Civil, lavrando um boletim de ocorrência.

 

"Como não se trata de um profissional médico-veterinário devidamente inscrito, não é passível da abertura de um processo ético-profissional neste Conselho", explicou.

 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade