Publicidade

Estado de Minas TECNOLOGIA

COVID-19: plataforma avalia risco de pessoas terem doença em Lagoa Santa

Por meio de uma central, usuários se cadastram, preenchem formulário e são acompanhados por uma equipe de saúde. Um aplicativo também permite atualização das informações de saúde


24/08/2020 18:36 - atualizado 24/08/2020 18:52

Em duas semanas de lançamento da plataforma, cerca de 70 pessoas já se cadastraram, mas Secretaria Municipal de Saúde quer que tecnologia chegue a 50 mil pessoas(foto: Divulgação/PMLS)
Em duas semanas de lançamento da plataforma, cerca de 70 pessoas já se cadastraram, mas Secretaria Municipal de Saúde quer que tecnologia chegue a 50 mil pessoas (foto: Divulgação/PMLS)
Quem não deseja saber se tem algum risco de estar com COVID-19? Pensando nisso e para evitar aglomerações nas unidades de saúde, a Prefeitura de Lagoa Santa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, criou uma central de atendimento remoto e um aplicativo para acompanhar os sintomas dos usuários.

Primeiro, a pessoa precisa acessar a página http://www.triagemcear.com.br, onde irá preencher um formulário, contendo informações de peso, altura, convivência familiar, classificação de estado de saúde, se teve contato com outras pessoas com COVID-19, se toma medicamentos e se tem alguma doença crônica, por exemplo.

A partir daí, o usuário preenche um cadastro e uma junta de saúde da central de atendimento remoto, formada por médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde, classifica o risco dessa pessoa em ter a doença. Além disso, foi desenvolvido um aplicativo, o Health You Brasil, com a função de automonitoramento, que permite ao usuário alimentar sua ficha médica diariamente.

As informações transmitidas através do celular são encaminhadas à equipe da central de atendimento remoto que, quando necessário, entrará em contato dando continuidade ao atendimento já iniciado. O aplicativo está disponível para Android e IOS.

“Isso é importante para que a central de acompanhamento possa indicar ao paciente se deve procurar o hospital ou outra unidade de saúde, ou se deve permanecer em casa, sob observação”, ressalta Breno Costa, coordenador do Núcleo Municipal de Regulação de Saúde.

Na central de atendimento remoto e de telemonitoramento o usuário também recebe orientações médicas e apoio psicossocial. A central funciona todos os dias, das 7h às 19h, pelo telefone (31) 3688-1485.

Nas primeiras duas semanas após o lançamento da central e do aplicativo 73 pessoas já passaram pela triagem a distância do sistema, 69 baixaram o aplicativo e 27 fazem uso regularmente da plataforma.

O desafio atual da Secretaria Municipal de Saúde é levar a tecnologia a um maior número de pessoas. A cidade tem pouco mais de 64 mil habitantes e a pretensão do município é que a plataforma atinja a 50 mil pessoas.
 

COVID-19 em Lagoa Santa

De acordo com o último boletim epidemiológico municipal, divulgado nesta segunda-feira (24), Lagoa Santa tem 443 casos confirmados de COVID-19, sendo seis nas últimas 24 horas, e cinco óbitos. Pouco mais de 2 mil casos suspeitos foram testados, 64 pessoas com síndrome gripal se encontram em isolamento social e 30 casos confirmados estão em monitoramento.
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade