Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Confins libera atendimento presencial em bares, lanchonetes e restaurantes

Novo decreto permite que estabelecimentos utilizem calçadas para dispor as mesas, mas consumo não pode ser feito fora delas


20/08/2020 18:32 - atualizado 20/08/2020 19:02

Confins possui até o momento 35 casos confirmados de COVID-19(foto: Divulgação/PMC)
Confins possui até o momento 35 casos confirmados de COVID-19 (foto: Divulgação/PMC)
A Prefeitura de Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, publicou novo decreto nessa quarta-feira (19), no qual estende por mais 30 dias o funcionamento dos estabelecimentos comerciais classificados como não essenciais. Além disso, permitiu o atendimento presencial de bares e restaurantes.
 
A liberação atinge também lanchonetes e sorveterias que, para atenderem clientes em seus estabelecimentos, terão de manter o espaço de cinco metros quadrados para cada pessoa, incluindo os funcionários, impedir entrada de pessoas sem máscara, com temperatura corporal acima dos 37,8ºC ou com sintomas de gripe, garantir o distanciamento mínimo de dois metros entre os clientes caso haja filas e manter as mesas a dois metros de distância. O decreto permite, durante a pandemia, o uso de mesas nas calçadas, porém, impede o consumo fora delas.
 
Os estabelecimentos também terão que evitar o uso de comandas em cartões ou em materiais plásticos, priorizando as de papel, assim como incentivar os pagamentos realizados por cartões ou através do celular, para evitar o manuseio de notas e moedas.
 
Já as academias de ginástica, musculação, crossfit, dança, natação e hidroginástica deverão funcionar por agendamento ou escalonamento de horários, permitindo até 50% de sua capacidade normal. As aulas e treinos deverão ter duração máxima de 45 minutos, e duchas e vestiários devem ser mantidos fechados, com exceção para as atividades de natação e hidroginástica.

COVID-19 em Confins

De acordo com o último boletim epidemiológico municipal, divulgado nesta quarta-feira, a cidade tinha 35 casos confirmados de COVID-19, sendo que 32 se encontram recuperados da doença, 3 estão em isolamento e outros seis estão sendo investigados pela Secretaria Municipal de Saúde.
 
O município informa ainda que 64 casos suspeitos, que não foram submetidos à coleta de amostra para teste, foram notificados, sendo que 8 estão em isolamento domiciliar e 56 já foram liberados do isolamento.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade