Publicidade

Estado de Minas GRANDE BH

COVID-19: Betim registra 733 novos casos em 48 horas

A curva de contágio na cidade continua em crescimento. Cidade registrou também três novos óbitos em 48 horas


20/08/2020 17:23 - atualizado 21/08/2020 13:10

No momento, 742 pessoas, diagnosticadas com a COVID-19, passam por isolamento domiciliar e 56 estão internadas na rede pública de Betim(foto: Roberto Maradorna/Prefeitura de Betim)
No momento, 742 pessoas, diagnosticadas com a COVID-19, passam por isolamento domiciliar e 56 estão internadas na rede pública de Betim (foto: Roberto Maradorna/Prefeitura de Betim)

Nos últimos dois dias, Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), registrou um aumento expressivo no número de novos casos confirmados para a COVID-19. Em 48 horas, houve o registro de 733 novas confirmações e mais três mortes pela doença.

Segundo boletim epidemiológico, divulgado nesta quinta-feira (20), pela Secretaria de Saúde do município, há 4.403 casos confirmados acumulados, sendo 3.458 recuperados e 147 mortes.

 

Os números assustaram quem vem acompanhando a curva de contágio no município. No início desta semana, por exemplo, na terça-feira (18), o boletim registrava um acréscimo de 50 novos casos, o que levou a acreditar que o município estaria alcançando uma queda na curva de contágio, mas a situação não se manteve nos dias seguintes.

 

Segundo a coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Betim, Cristiane Campos Monteiro, esse número se deu, provavelmente, a um atraso que pode ocorrer dos dados. “Deve-se aos exames realizados e processados no final de semana anterior que são recebidos de laboratórios particulares e enviados pela Secretaria de Estado da Saúde, ao município de residência, no início da semena seguinte. O sistema de notificação também apresenta lentidão e muitos casos são lançados posteriormente. Grandes laboratórios, pela alta demanda, não conseguem processar todos os exames no dia da coleta e encaminham assim que o resultado é liberado. A data de liberação dos resultados não corresponde à data de coleta do exame", explica a coordenadora.

 

Betim, está no Programa Minas Consciente, da Secretaria de Estado de Minas Gerais (SES-MG), e se encontra na onda vermelha, onde a indicação de funcionamento seja para o comércio essencial. Porém, tem flexibilizado a abertura dos estabelecimentos por meio de decretos. Segundo a prefeitura, Betim não está descumprido o plano Minas Consciente e a reabertura escalonada da atividade econômica segue a Deliberação nº 78 do Comitê Extraordinário COVID-19 do Governo de Minas.


Atualmente, o comércio não-essencial tem permissão para funcionar, em forma de revezamento por atividade, em dias pares e ímpares da semana e em horários reduzidos. 

 

No momento, 742 pessoas, diagnosticadas com a COVID-19, passam por isolamento domiciliar e 56 estão internadas na rede pública de Betim. 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade