Publicidade

Estado de Minas NOVO NORMAL

UFSJ abre inscrições para disciplinas a distância em cursos de graduação

Estudantes em vulnerabilidade econômica poderão receber auxílio para compra de equipamentos de informática e custeio de acesso à internet


20/08/2020 15:54 - atualizado 20/08/2020 16:22

A universidade mantém o calendário acadêmico de 2020 suspenso e a matrícula dos alunos da graduação(foto: Divulgação/Wikipedia)
A universidade mantém o calendário acadêmico de 2020 suspenso e a matrícula dos alunos da graduação (foto: Divulgação/Wikipedia)
A Universidade Federal de São João del-Rei vai abrir, neste sábado (22), a primeira etapa de inscrição periódica para o primeiro período de ensino remoto emergencial. Embora o calendário acadêmico de 2020 se mantenha suspenso em razão da pandemia ocasionada pela COVID-19, as disciplinas a distância estarão disponíveis a todos os estudantes de cursos de graduação nos campi de Sete Lagoas, Divinópolis, Ouro Branco e São João del-Rei.

O período de ensino remoto começará no dia 14 de setembro e terá 12 semanas de duração, se prolongando até o dia 4 de dezembro. Nesta sexta-feira serão liberados a relação de disciplinas, sua equivalência com as matérias presenciais e os planos de ensino para que os estudantes possam avaliar a possibilidade de inscrição.

A universidade ressalta que os alunos terão suas matrículas mantidas independente da inscrição nas disciplinas a distância. Para os estudantes em condições de vulnerabilidade social, a UFSJ irá custear uma bolsa auxílio, que garanta a aquisição de equipamentos e acesso à internet necessários para acompanhar as aulas. A universidade informou ainda que as atividades acadêmicas de ensino remoto serão iniciadas 15 dias após o pagamento da bolsa de auxílio e que servidores e alunos passarão por capacitação antes do início das aulas.

De acordo com a pró-reitora de Assuntos Estudantis da UFSJ, Janice Carvalho, os estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica, que possuem renda familiar per capita de até 1,5 salário mínimo, poderão receber R$ 2 mil para a compra de equipamentos, como computador, e R$ 100 mensais para o pagamento de acesso à internet. Os estudantes podem concorrer aos dois editais.

Um levantamento realizado recentemente pela universidade com 6.338 alunos revelou que somente 32% têm renda familiar per capita superior a 1,5 salário mínimo. Os outros 68% declararam ter renda familiar inferior ou igual a 1,5 salário mínimo.

Há a previsão de um segundo período de ensino remoto, cujas inscrições estão previstas para começar no dia 5 de janeiro. A intenção da universidade é iniciar as aulas on-line no dia 25 do mesmo mês. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade