Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

COVID-19 em BH: 2,6 mil pessoas abordadas em barreiras sanitárias apresentaram sintomas

Novas barreiras sanitárias começaram a operar em três estações de ônibus da capital nesta segunda-feira. No total, são 10


27/07/2020 15:24 - atualizado 27/07/2020 17:27

  

Desde 18 de maio, 1.069.645 pessoas foram avaliadas em barreiras sanitárias em Belo Horizonte, segundo dados divulgados pela prefeitura da capital em boletim epidemiológico desta segunda-feira (27). Desse total, 2.614 apresentavam algum sintoma e foram encaminhadas para uma unidades de saúde. Na sexta-feira, foram abordadas 14.237, sendo que 16 apresentaram sintomas. 

 

profissional de saúde afere temperatura de usuário na barreira instalada na Estação Vilarinho nesta segunda-feira (foto: Alexandre Gusanshe/EM/D.A Press)
profissional de saúde afere temperatura de usuário na barreira instalada na Estação Vilarinho nesta segunda-feira (foto: Alexandre Gusanshe/EM/D.A Press)
 


Novas barreiras sanitárias foram instaladas em três estações de ônibus de Belo Horizonte, nesta segunda-feira, com o objetivo de aferir a temperatura dos passageiros e encaminhar ao sistema de saúde aqueles que apresentarem sintomas da COVID-19, como febre alta. Os terminais que passaram a receber as equipes são: Barreiro, Vilarinho e Venda Nova. O balanço das novas instalações ainda não foi divulgado pela PBH.

Com isso, todas as seis estações que fazem parte da integração do sistema de ônibus tronco-alimentador (que ligam linhas da Região Central aos coletivos que rodam apenas dentro dos bairros) agora têm barreiras sanitárias.

O primeiro ponto de inspeção em terminais foi instalado na Estação São Gabriel, Região Nordeste da capital, em 13 de julho. Lá, 17.417 pessoas foram avaliadas e 56 encaminhadas para um serviço de saúde. Em seguida, foi a vez da Pampulha, quatro dias depois. De acordo com a administração municipal, desde a data de início, 10.215 responderam ao questionaram e passaram pelo teste. Dessas, 42 apresentaram sintomas.

Já a Diamante, até então, era a última da lista, cuja barreira foi criada no dia 20 deste mês e avaliou 6.537, sendo que 14 apresentaram sintomas.

Blitz para abordagem de veículos


Além das barreiras em estações de ônibus, há outras quatro instaladas em diferentes pontos da cidade. O decreto publicado no Diário Oficial do Município de maio prevê que agentes públicos podem parar parar veículos e exigir que motoristas e passageiros se submetam à aferição da temperatura corporal, já que a febre é um dos principais sintomas da COVID-19.

A partir das informações coletadas e dos sintomas apresentados, os servidores devem encaminhar essas pessoas a unidades do sistema de saúde. A medida não se aplica a veículos oficiais do poder público e ambulâncias transportando pacientes e profissionais de saúde. Em caso de desobediência, a Polícia Militar será acionada.

Endereços dos pontos de fiscalização sanitárias 

» Av. Nossa Senhora do Carmo, no trecho do Belvedere
» Av. Cristiano Machado, próximo à Rua das Guabirobas
» Av. Amazonas, próximo ao viaduto do Anel Rodoviário
» Av. Dom Pedro I, próximo à Rua Bernardo Ferreira da Cruz
» Estação Diamante
» Estação Barreiro
» Estação São Gabriel
» Estação Pampulha
» Estação Vilarinho
» Estação Venda Nova


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade