Publicidade

Estado de Minas VÍTIMA DA PANDEMIA

Literatura brasileira perde para a COVID-19 o escritor mineiro Manoel Lobato

Ele estreou em 1961 e foi autor de contos e romances. Vítima tinha 94 anos


25/07/2020 18:25 - atualizado 25/07/2020 19:27

Manoel Lobato nasceu em Açaraí, em Minas Gerais, e morreu vítima da COVID-19(foto: João Seixas)
Manoel Lobato nasceu em Açaraí, em Minas Gerais, e morreu vítima da COVID-19 (foto: João Seixas)

 
No dia do escritor, celebrado neste sábado (25), uma triste notícia para os amantes da literatura. Faleceu aos 94 anos, em Belo Horizonte, o mineiro Manoel Lobato, natural do distrito de Açaraí, localizado em Pocrane, no Vale do Rio Doce, a cerca de 400 quilômetros de Belo Horizonte. Ele é mais uma vítima da COVID-19 no Brasil.
 
Formado em farmácia e direito, Lobato foi autor de diversos livros de contos e romances, estreando em 1961 com a obra Garrucha 44.
 
Seguiram-se Mentira dos Limpos (1967), Contos de Agora (1970), Os Outros São Diferentes (1971), A Verdadeira Vida do Irmão Leovegildo (1976), Flecha em Repouso (1977), O Cântico do Galo (1985), O Anjo e o Anticristo (1991) e outros. 
 
De uma geração de grandes escritores, a exemplo de Murilo Rubião, Roberto Drummond, Wander Piroli e Oswaldo França Jr., Lobato deixa seu nome com muito brilho na literatura brasileira.
 
Morreu na sexta-feira (24), em decorrência de complicações da COVID-19.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade