Publicidade

Estado de Minas EVENTO

Festival de Inverno da UFMG vai ser on-line e gratuito

Tradicional evento mudou seu formato e foi remarcado para o período entre 14 e 23 de setembro, por causa da pandemia de COVID-19


21/07/2020 16:53 - atualizado 21/07/2020 17:29

O 52° Festival de Inverno da UFMG vai ser transmitido ao vivo pelas redes sociais, com atividades gratuitas para todo o público(foto: Divulgação/UFMG)
O 52° Festival de Inverno da UFMG vai ser transmitido ao vivo pelas redes sociais, com atividades gratuitas para todo o público (foto: Divulgação/UFMG)
“Mundos possíveis: culturas em pensamento” é o tema do 52° Festival de Inverno da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que neste ano vai ser on-line. O evento será realizado entre 14 e 23 de setembro e vai contar com palestras, fóruns e apresentações artísticas transmitidas ao vivo, pela internet.

Devido à pandemia do novo coronavírus, o Festival de Inverno da UFMG, que estava marcado para ocorrer entre 14 e 21 de junho, precisou ser adiado e teve seu formato alterado.

A equipe curatorial da universidade reformulou o evento, que agora vai ter atividades virtuais, gratuitas e abertas a todos.

Segundo o diretor de Ação Cultural da UFMG, Fernando Mencarelli, em 54 anos de festival, só duas edições não foram realizadas, mas que agora, mesmo com a pandemia, isso não vai se repetir.

 “Nosso objetivo é manter o festival vivo, contínuo, como um espaço de criação e pensamento conectado com as pautas emergentes e com as propostas que apontam para o futuro. O 52º festival vai acontecer, como um convite para aprofundarmos o quanto desta crise é resultado de concepções de mundo e valores culturais que precisam ser revistos. Um convite para pensarmos quais mundos possíveis podem emergir com a revisão desses valores e atitudes”, disse.

'Mundos possíveis: culturas em pensamento' é o tema do festival neste ano(foto: Divulgação/UFMG)
'Mundos possíveis: culturas em pensamento' é o tema do festival neste ano (foto: Divulgação/UFMG)
E o tema do festival vai priorizar o diálogo entre pesquisadores, mestres da tradição, artistas, filósofos e estudiosos. De acordo com a UFMG, eles vão “encaminhar a imaginação de mundos possíveis, mobilizados pelos impactos socioculturais da pandemia”.
 
Outra novidade é que está sendo preparado o lançamento de publicações digitais e de uma mostra que vai promover intervenções nas ruas de Belo Horizonte

A programação completa será divulgada em breve. Acompanhe pelo Facebook ou Instagram do festival.
 

54 anos, 52 edições

Em 54 anos, o Festival de Inverno deixou de ser realizado apenas duas vezes.(foto: Divulgação/UFMG)
Em 54 anos, o Festival de Inverno deixou de ser realizado apenas duas vezes. (foto: Divulgação/UFMG)
A primeira edição do Festival de Inverno UFMG foi realizada em 1967, em Ouro Preto. Durante 12 anos, a cidade recebeu o evento, que foi interrompido na época da ditadura militar devido à repressão política e censura às artes no Brasil.

Nas edições seguintes o festival ocorreu em Diamantina. Voltou a ser paralisado em 1984, quando houve uma greve geral na UFMG. No período seguinte, passou por São João del-Rei, Poços de Caldas, Diamantina, Ouro Preto e, desde 2014, está em definitivo na capital mineira.
 
O evento durava cerca de um mês, oferecendo cursos e oficinas em diversas áreas da cultura e favorecendo o nascimento de grupos artísticos como Galpão, Uakti e Giramundo, entre outros.
 
*Estagiária sob supervisão da subeditora Kelen Cristina   


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade