Publicidade

Estado de Minas VÍDEO AO VIVO

COVID-19: Kalil afirma que BH está à frente de outras capitais porque 'aguentou a pressão'

Prefeito também disse que a situação da cidade é melhor que a de São Paulo, Rio de Janeiro e Vitória porque o Executivo municipal copiou políticas públicas adotadas em outras metrópoles


postado em 13/07/2020 19:48 / atualizado em 13/07/2020 23:01

Kalil disse que BH se tornou referência no combate à pandemia da COVID-19(foto: Reprodução/Facebook)
Kalil disse que BH se tornou referência no combate à pandemia da COVID-19 (foto: Reprodução/Facebook)

Belo Horizonte, desde o início da pandemia da COVID-19, tem se destacado pelo número de mortos aquém do registrado em outras capitais, como Rio de Janeiro e São Paulo, em termos proporcionais.

 

Na noite desta segunda-feira (13), em vídeo ao vivo transmitido das redes sociais, o prefeito Alexandre Kalil (PSD) afirmou que os dados são favoráveis porque a prefeitura “aguentou a pressão” para fechar a cidade e promover o isolamento social.

 

“Quando você vê que São Paulo teve mais de 8 mil mortos, que o Rio teve mais de sete mil mortos, que Vitória – que tem 360 mil habitantes, quero dizer, é praticamente o Barreiro – teve 296 mortes... Em Belo Horizonte, nós alcançamos o triste número de 270 mortos. Isso tem motivo: nós copiamos o que o mundo inteiro está fazendo. Nós copiamos o que deu certo”, disse Kalil.

 

O prefeito também comparou o que aconteceu no estado da Flórida, nos Estados Unidos. "A Flórida ultrapassou Nova York porque não aguentaram a pressão e mataram gente", garantiu.

 

Durante o pronunciamento, Kalil falou sobre diversos assuntos ligados à pandemia. O prefeito disse que a "guerra" da cidade com o vírus "está caminhando para acabar" e também chamou aqueles que o pressionam para reabrir o comércio da capital mineira de "parasitas do vírus".

 

Ainda no vídeo ao vivo, o prefeito pediu "desculpas" aos empresários de BH e disse que vai se reunir com lideranças do terceiro setor nesta quarta-feira (15) para debater a situação dos lojistas.

 

Dados de BH

 

Belo Horizonte registra, conforme o último boletim epidemiológico, 10.618 casos confirmados e 270 mortes causadas pela virose. O número de diagnósticos é exatamente o mesmo da última sexta-feira (10).

 

De acordo com o documento, a manutenção na quantidade de casos aconteceu por problemas técnicos na base de dados da plataforma e-SUS, gerenciada pelo Ministério da Saúde.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade