Publicidade

Estado de Minas CORONAVÍRUS EM MINAS

Pico da pandemia de coronavírus em MG passa para meados de julho

Projeção anterior estimava auge do surto para 10 de junho


postado em 28/05/2020 12:38 / atualizado em 29/05/2020 18:49



A projeção do pico da pandemia de COVID-19 em Minas passou de 10 de junho para 19 de julho. A nova estimativa foi divulgada em coletiva virtual nesta quinta-feira (28) pelo Secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral. Ele atribui o adiamento às medidas de isolamento social adotadas pelo governo, bem como aos protocolos de retorno gradual das atividades econômicas fixados pelo Programa Minas Consciente. O projeto conta, até o momento, com a adesão de 87 municípios - dado informado pelo Secretário-Adjunto de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, que também participou da coletiva.

(foto: Pedro Gontijo/Imprensa NG)
(foto: Pedro Gontijo/Imprensa NG)


Amaral não soube dizer, com precisão, quantas pessoas estarão contaminadas na data. Segundo o dirigente, o número de infecções registradas em 24 horas deve ficar entre 2 mil e 3 mil doentes. Em 15 de maio, quando o ápice da curva estava previsto para 9 de junho, a SES-MG projetava entre 2 mil e 2,9 mil casos, além da ocupação de 1,6 mil leitos de CTI. O pico inicial apresentado pela SES-MG, anunciado para março, chegou a antecipar 14 mil nfectados. 



"Não é possível cravar os números de casos, nem pessoas internadas. O pico vai acontecer de acordo com o que acontecer nos dias que antecedem a data", ponderou o secretário. 

Dados do informe epidemiológico divulgado pela SES-MG nesta quinta (28) apontam 255 mortos pela COVID-19, 15 a mais na comparação com o relatório anteior. Os casos confirmados - alta recorde de 675 em um só dia.




Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade