Publicidade

Estado de Minas BAIRROS NOBRES SÃO EPICENTRO

COVID-19: confira quantos diagnósticos cada bairro de BH registra

Números da Prefeitura de Belo Horizonte mostram que Lourdes, Belvedere e Buritis concentram a maior parte dos casos confirmados na cidade


postado em 14/05/2020 22:41 / atualizado em 14/05/2020 23:02

Regiões Centro-Sul e Oeste concentram maior parte dos casos em BH(foto: Mateus Parreiras/EM/D.A Press)
Regiões Centro-Sul e Oeste concentram maior parte dos casos em BH (foto: Mateus Parreiras/EM/D.A Press)
O Bairro Lourdes, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, é o que mais concentra os casos de COVID-19 na capital mineira. Números da Prefeitura de Belo Horizonte, publicados nesta quinta-feira (14), informam que a localidade tem 37 diagnósticos da doença, mais que qualquer outro bairro da cidade.

 

No total, 639 casos confirmados estão georreferenciados pela prefeitura, o que equivale a cerca de 60% do total, já que o boletim desta quinta informa sobre 1.068 diagnósticos na cidade.

 

Além do Lourdes, outros três bairros da Região Centro-Sul registram 20 ou mais casos: Belvedere (26), Funcionários (22) e Sion (20). Na Região Oeste, o Buritis e o Gutierrez, respectivamente com 26 e 20, também estão nessa faixa.

 

O Bairro Castelo, na Pampulha, tem 18 diagnósticos. Serra (Centro-Sul), com 13; Prado (Oeste), com 12; e Santa Efigênia (Leste), com 12, fecham a lista dos 10 bairros mais infectados pela doença em Belo Horizonte.

 

Na tabela abaixo, é possível consultar quantos diagnósticos cada bairro concentra. Se o seu bairro não estiver na lista, é porque não há casos confirmados nele.

 

 

 

Minas Gerais

 

Minas Gerais ultrapassou nesta quinta o número de um terço das cidades com casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus. Segundo o boletim da Secretaria de Estado de Saúde, 288 (33,76%) dos 853 municípios mineiros têm ao menos um caso ou morte por COVID-19 confirmado.

 

Nesta quinta, 14 cidades entraram para a lista de locais que confirmaram seus primeiros pacientes infectados pelo vírus: Andradas, Andrelândia, Bocaiúva, Delfim Moreira, Inhapim, Miradouro, Monte Sião, Oliveira, Passa Quatro, Piedade dos Gerais, Piranguinho, Piraúba, Vespasiano e Visconde do Rio Branco.

 

Além disso, Minas registrou óbitos em 67 municípios. A taxa de letalidade da doença no estado é de 3,5%.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade