Publicidade

Estado de Minas

Homem morre em acidente e família descobre que ele tinha coronavírus, no Norte de Minas

Depois da confirmação da morte cerebral, a família autorizou a doação de órgãos. Nos exames foi constatado que o homem testou positivo para o coronavírus


postado em 26/04/2020 15:52 / atualizado em 26/04/2020 17:35

(foto: Túlio Santos/EM/DA Press)
(foto: Túlio Santos/EM/DA Press)
Um homem, de 56 anos, morreu em Montes Claros, no Norte de Minas, em decorrência de traumatismo craniano, após ser atropelado por uma moto. Depois da confirmação da morte cerebral, a família autorizou a doação de órgãos. Nos exames para efetivar a doação de órgãos, foi constatado que o homem testou positivo para o coronavírus (COVID-19), porém, não teve os sintomas da doença. 

O caso foi divulgado, neste domingo (26), pela Secretaria de Saúde do município. O órgão também informou que subiu para sete o número de casos confirmados da COVID -19 na cidade, que tem uma morte confirmada pela doença.

Por outro, o boletim da Secretaria de Estado de Saúde, divulgado neste domingo, registra cinco casos e uma morte confirma um óbito pelo coronavírus em Montes Claros - de outro homem, de 69, que contraiu a doença ao viajar para São Paulo. Ele morreu do dia primeiro de abril.

A Secretaria Municipal de Saúde de Montes Claros informou que o paciente sofreu o traumatismo craniano em um acidente e foi internado, sem apresentar nenhum sintoma respiratório. Não foi divulgada mas nenhuma outra informação sobre o perfil e o histórico do paciente.

"O paciente morreu do traumatismo, mas foi testado para Covid devido a protocolo de possível doador de órgão. Não sabemos qual seria o destino dele se caso não tivesse sofrido o traumatismo, se iria evolui para óbito ou cura do Covid-19. O caso está sendo avaliado pela Secretaria de Estado de  Saúde para determinar a estatística", informou a Vigilância Epidemiológica do municipio.

A família dele divulgou numa rede social que o morador estava internado na Santa Casa de Montes Claros e morreu no sábado (25). A Vigilância Epidemiológica do Município alegou que não pode confirmar o nome do hospital onde ocorreu o óbito.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade