Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Coronavírus e o feriado: até Tiradentes adere às lives

A pandemia de COVID-19 já forçou cancelamento de outros eventos


postado em 19/04/2020 04:00 / atualizado em 19/04/2020 07:26

(foto: Arte de Fred Bottrel sobre imagens de Flickr e Oscar Pereira da Silva - Retrato de Joaquim José da Silva Xavier - Tiradentes, Acervo do Museu Paulista da USP - Wikipedia)
(foto: Arte de Fred Bottrel sobre imagens de Flickr e Oscar Pereira da Silva - Retrato de Joaquim José da Silva Xavier - Tiradentes, Acervo do Museu Paulista da USP - Wikipedia)
Uma das principais opções de turismo do estado, Tiradentes viverá momento atípico na terça-feira, quando homenageará o mártir da Inconfidência Mineira. Por causa do isolamento social provocado pela expansão do coronavírus, a cidade celebrará o dia da morte de Tiradentes de forma inédita. Com o cancelamento das festividades, o momento cívico, execução do Hino Nacional e hasteamento de bandeiras será transmitido ao vivo pelas redes sociais, sem a presença de público.

O evento é um dos principais no calendário do município, de pouco mais de 7 mil habitantes, localizada no Campo das Vertentes. Para evitar aglomeração de pessoas, a celebração será restrita a algumas autoridades da cidade, que farão breve homenagem a Joaquim José da Silva Xavier (1746-1792), símbolo da luta contra o domínio português, que foi julgado e enforcado no Rio de Janeiro. O município já havia cancelado outras festas importantes, como a semana santa, o Festival Foto em Pauta (fotografia), o Tiradentes em Cena (artes cênicas) e o Trem Bier Festival (cervejas artesanais).

Alguns eventos serão mantidos na terça-feira, como a execução dos hinos Nacional e de Tiradentes e o acendimento da chama da liberdade, que ficará na Casa Padre Toledo,  onde foi realizada a primeira reunião da Inconfidência Mineira, em 1788.

Festa frustrada


O prefeito Zé Antônio do Pacu (PSDB) afirmou que a cidade pretendia organizar cerimônia com várias atrações, mantendo a tradição na cidade: “Estávamos preparando grande festa em nosso último ano de administração. Haveria um desfile com a participação das crianças, da Polícia Militar e do Exército. Vínhamos fazendo campanhas para que as pessoas comparecessem ao evento e, principalmente, levassem as crianças para que elas pudessem zelar melhor pela nossa pátria”. O chefe do Executivo pede que as pessoas sigam a determinação das autoridades de saúde: “Lamentamos muito que o evento seja dessa forma. Mas pedimos às pessoas que fiquem em casa e nos acompanhem pela internet para evitar a propagação do coronavírus”.

Com atividade voltada essencialmente para o turismo, Tiradentes fechou as portas para pessoas de outras cidades para evitar o contágio pelo coronavírus. Vários hotéis e restaurantes paralisaram suas atividades, o que afetou a economia local. Segundo a asociação empresarial da cidade, pelo menos 80% dos cerca de mil empresários terão problemas para arcar com salários e despesas durante a pandemia.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade