Publicidade

Estado de Minas

PRF resgata quatro caminhoneiros de sequestros em rodovias de Minas

Assaltos ocorreram em Oliveira e Sabará. Até o início da manhã, criminosos e caminhões ainda eram procurados


postado em 15/04/2020 11:13 / atualizado em 15/04/2020 11:28

Carro no qual três caminhoneiros eram mantidos reféns tinha placas clonadas(foto: PRF/Divulgação)
Carro no qual três caminhoneiros eram mantidos reféns tinha placas clonadas (foto: PRF/Divulgação)


Quatro caminhoneiros feitos reféns em assaltos foram resgatados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Minas somente na noite dessa terça-feira em rodovias federais. As ocorrências foram em Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e Oliveira, no Centro-Oeste do estado. 

A primeira ocorrência foi por volta das 19h30 no km 452 da BR-381. Segundo a PRF, o caminhoneiro transportava uma carga de óleo lubrificante e seguia de Belo Horizonte para Caratinga. Ao passar pelo município de Nova Era, ele foi abordado por três homens armados que tomaram o caminhão. 

Um dos criminosos manteve o caminhoneiro refém em um carro. Quando o veículo passou pelo posto policial de Sabará, onde a PRF fazia uma operação. O carro foi abordado e a vítima foi libertada. O assaltante foi detido em flagrante e encaminhado à Polícia Civil. A PRF divulgou um vídeo que mostra o momento em que uma arma é encontrada em um fundo falso do carro. 



Já em Oliveira, foram três pessoas sequestradas. De acordo com a PRF, as vítimas seguiam em dois caminhões pela BR-381, sentido São Paulo, quando foram cercados por quatro homens armados que roubaram os veículos. 

Desta vez, dois assaltantes mantiveram as três vítimas em um carro, que acabou abordado pela PRF em Betim, na Grande BH. O motorista do carro tentou fugir pelas margens da rodovia, mas acabou abandonando o veículo com os caminhoneiros. 

Ainda segundo a polícia, o carro no qual as vítimas eram mantidas reféns era clonado, e havia sido roubado em fevereiro deste ano.

A polícia agora faz buscas para localizar os caminhões das vítimas e o restante dos criminosos envolvidos.  

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade