Publicidade

Estado de Minas CORONAVÍRUS EM MINAS

Montes Claros confirma primeiro óbito por coronavírus na cidade

Idoso, de 69 anos, estava internado desde o último dia 27, vindo a falecer na quarta-feira (1º)


postado em 05/04/2020 19:49 / atualizado em 05/04/2020 21:17

Secretária municipal de Saúde de Montes Claros, Dulce Pimenta, pediu a colaboração dos moradores para que fiquem em casa(foto: Luiz Ribeiro/EM/D.A Press)
Secretária municipal de Saúde de Montes Claros, Dulce Pimenta, pediu a colaboração dos moradores para que fiquem em casa (foto: Luiz Ribeiro/EM/D.A Press)
A Secretaria Municipal de Saúde de Montes Claros, no Norte de Minas, confirmou neste domingo (5) o primeiro óbito por coronavírus (COVID-19). Trata-se de um aposentado de 69 anos, que é também o primeiro caso confirmado da doença no município. No entanto, a morte ainda não entrou nas estatísticas da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), que, por meio de boletim epidemiológico divulgado neste domingo, computa seis mortes por coronavírus no estado – se somar o caso de Montes Claros, agora são sete óbitos confirmados pela doença respiratória em Minas Gerais, que, até então, teve 498 pacientes confirmados e 47.078 casos em investigação.

O homem que teve a morte confirmada pela COVID-19 em Montes Claros foi identificado como Claudio Manoel Ricardo, que era metalúrgico aposentado. Ele morreu quarta-feira (1º), no Hospital Aroldo Tourinho, onde foi internado em 27 de março. Recentemente, ele havia feito uma viagem a São Paulo, de onde retornou no dia 16 de março. 

O filho do idoso, o professor Claudinei dos Santos Ricardo, em entrevista ao portal G1, declarou que alertou o pai sobre os riscos do coronavírus, mas que o aposentado não levou a doença a sério, dizendo que isso era “coisa da mídia”.

“Infelizmente, meu pai não levou isso a sério, ele dizia que era coisa da mídia. Quando resolveu viajar, eu o alertei para não ir e, mesmo sabendo dos riscos, ele foi porque não acreditava na doença. Meu pai era 100% saudável, não tinha problema de saúde e tinha feito um check-up recentemente”, revelou o professor.

Após a confirmação do primeiro óbito (e também primeiro caso) provocado pela COVID-19 em Montes Claros, na tarde deste domingo, o prefeito da cidade, Humberto Souto (Cidadania), gravou um vídeo, no qual enfatiza que vai manter o isolamento social no município, para impedir a propagação do novo coronavírus.

“Eu quero reafirmar a disposição do prefeito de manter o isolamento social porque é a única maneira efetiva de se evitar a transmissão em massa dessa doença: é você ficando em casa, mantendo a distância das pessoas, preservando a vida dos seus entes queridos e a sua própria vida”, assegurou o chefe do executivo. 

Em entrevista coletiva para a imprensa, na noite deste domingo, a secretária municipal de Saúde de Montes Claros, Dulce Pimenta, também pediu a colaboração dos moradores para que fiquem em casa. “O mais importante é a conscientização da população no sentido de entender a necessidade do isolamento domiciliar para que a gente consiga controlar essa epidemia no nosso município”, destacou Dulce Pimenta.

A secretária municipal de Saúde informou que, atualmente, existem 11 pacientes internados em hospitais de Montes Claros com suspeita da COVID-19, todos com quadro “estável”.

Janaúba confirma primeiro caso de coronavírus

Também neste domingo, a Secretaria Estadual de Saúde divulgou um caso da COVID-19 em outra cidade norte-mineira – em Janaúba, sendo a primeira confirmação oficial de registro da doença no Norte do estado. A Prefeitura de Janaúba (71,6 mil habitantes) informou que teve dois casos confirmados do novo coronavírus em duas pessoas: um homem, que retornou de Londres (Inglaterra), e uma mulher, que fez viagem recente a São Paulo. Porém os dois pacientes (ambos com menos de 60 anos) cumpriram quarenta (14 dias) em isolamento familiar e  já “estão curados”.  Janaúba adota barreira sanitária contra o novo coronavirus desde 21 de março.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade