Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Coronavírus: secretário de Saúde diz que não há subnotificação de casos em Minas Gerais

Ainda segundo Carlos Eduardo Amaral, primeira morte atribuída à doença no estado não inviabiliza estudo para reativação de parte da economia


postado em 30/03/2020 17:54 / atualizado em 30/03/2020 19:06

Secretário de saúde disse, ainda, que, por ora, medidas de restrição não serão modificadas.(foto: Luiz Santana/ALMG)
Secretário de saúde disse, ainda, que, por ora, medidas de restrição não serão modificadas. (foto: Luiz Santana/ALMG)
O secretário estadual de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral, negou, nesta segunda-feira, a existência de subnotificação de casos de coronavírus. Para justificar a afirmação, Amaral explicou as fases ligadas ao processo de confirmação do diagnóstico da doença. Segundo ele, nem todos os casos notificados vão ser confirmados e, embora haja grande demanda por testes, a rede de hospitais ainda consegue comportar a quantidade de pessoas que procuram auxílio médico.

“Se temos uma rede de saúde que hoje ainda trabalha dentro de padrões razoáveis [de lotação], entendemos que ainda não há subnotificação. A rede é a última barreira para a avaliação do sistema. O diagnóstico segue as notificações e, por isso, sempre vai estar atrasado, mas entendemos que a epidemia não está muito fora da percepção da secretaria”, explicou.


Ainda segundo o secretário, o incentivo às notificações serve para que o Executivo estadual possa monitorar o avanço da doença em todas as regiões mineiras. “O estado estimula que toda síndrome gripal seja notificada pelos profissionais de saúde. O objetivo é aumentar nossa capacidade de atenção às cidades, mesmo sabendo que a grande maioria das notificações não corresponderá à COVID-19”, comentou, dizendo, ainda, que a prioridade é testar profissionais de saúde e da segurança pública, moradores de regiões onde há interiorização do vírus, além de pessoas em situação de isolamento, como detentos.

 

"Isso [o estudo citado por Zema] não significa que vamos modificar nossa conduta de hoje para amanhã. Estamos estudando para saber os melhores caminhos, baseados na literatura e em experiências internacionais"

Carlos Eduardo Amaral, secretário estadual de Saúde de Minas Gerais

 

Medidas mantidas

Nesta segunda-feira, em entrevista à Rede Minas, o governador Romeu Zema (Novo) voltou a falar em estudos para flexibilizar, em algumas áreas do estado, medidas que restringem a circulação social. Questionado sobre uma possível mudança de postura por causa da confirmação da primeira morte relacionada ao coronavírus em solo mineiro, Carlos Eduardo Amaral disse que o óbito não altera os planos do Executivo.

“Isso [o estudo citado por Zema] não significa que vamos modificar nossa conduta de hoje para amanhã. Estamos estudando para saber os melhores caminhos, baseados na literatura e em experiências internacionais”, completou.

Ele ressaltou, ainda, que o estado trabalha com três tempos distintos do surto: o de curto prazo, com cerca de 30 dias de duração, o de médio prazo, com o dobro do tempo, e um terceiro, mais longo, de três meses.

“Todas as medidas que estamos tomando atualmente foram pensadas dias atrás. Por outro lado, precisamos pensar no futuro. Então, quando se fala em estudos sobre o impacto nas atividades econômicas, precisamos pensar, agora, no que fazer mais à frente”, pontuou. 

Cloroquina

Liberado pelo Ministério da Saúde para ser utilizado no tratamento dos casos graves de coronavírus, remessas de cloroquina — medicamento prescrito para quadros de malária e lúpus — devem chegar a Minas Gerais nos próximos dias.

“É um medicamento de uso restrito, que aparentou mostrar benefícios a uma série muito pequena de casos. Mas é necessário acompanhar os efeitos colaterais, por exemplo, por meio de eletrocardiogramas. A cloroquina não deve ser utilizada de forma leviana”, apontou o subsecretário de Vigilância em Saúde, Dario Brock Ramalho, ressaltando que o remédio vai ser usado, preferencialmente, como subsídio de pesquisas clínicas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade