Publicidade

Estado de Minas

Morre o empresário Carlos Alberto de Deus, responsável por agenciar shows de Roberto Carlos em Minas

Profissional do show business perdeu a vida aos 70 anos, vítima de um câncer na próstata, que enfrentava há mais de 20 anos. Ele ficou reconhecido por sua relação com o Rei da Jovem Guarda e por empresariar a banda de baile Brasil 70


postado em 15/01/2020 20:49 / atualizado em 15/01/2020 21:40

Carlos Alberto de Deus ao lado de Roberto Carlos: parceria durou anos em Minas Gerais(foto: Reprodução/Facebook)
Carlos Alberto de Deus ao lado de Roberto Carlos: parceria durou anos em Minas Gerais (foto: Reprodução/Facebook)

 

Será velado no Cemitério do Bonfim, na Região Noroeste de Belo Horizonte, nesta quinta-feira (16), o corpo do empresário Carlos Alberto de Deus. Ele morreu no Hospital Felício Rocho, em BH, nesta quarta, vítima de um câncer na próstata. O óbito aconteceu por volta das 18h.


Segundo familiares, Carlos Alberto de Deus sofreu uma metástase e não resistiu. O homem já enfrentava o problema há mais de 20 anos e passou por diferentes tratamentos, inclusive alternativos, segundo a família.


O velório será aberto ao público, de acordo com familiares. Ele deixa quatro filhos e quatro netos.


O empresário ficou reconhecido em Minas Gerais principalmente por sua ligação com o cantor Roberto Carlos. Era ele o responsável por agenciar os shows do Rei no estado durante anos.


Carlos Alberto de Deus também trabalhou com a banda de baile Brasil 70, que agita há anos as festas da cidade. Também era pianista.


Em 2015, o empresário concedeu entrevista ao Portal Uai sobre a relação com Roberto Carlos. O primeiro show que a dupla trabalhou em conjunto foi em 4 de junho de 1969, quando mais de 3 mil pessoas se espremeram no ginásio do Minas Tênis Clube, em Lourdes, para ver o líder da Jovem Guarda e sua famosa banda RC-7.


“Foi a primeira nota contratual que tive com Marcos Lázaro (1925-2003), o empresário de Roberto que eu representava em Minas Gerais”, recordou Carlos Alberto de Deus à época.

 

Amigo se manifesta 


Pelas redes sociais, o humorista Fernando Ângelo se manifestou sobre a morte do empresário. “Depois de lutar durante alguns anos contra um câncer, hoje ele descansou. Um abraço a todos os amigos e familiares do de Deus”, disse.

  

Ao Estado de Minas, o humorista também lamentou a morte do amigo. "Carlos Alberto de Deus foi um dos primeiros empresários profissionais que conheci, quando eu estava começando minha carreira em BH. Muito educado, de fino trato, ele fez muitas amizades na alta sociedade de BH. Adorava contar histórias", disse Fernando Ângelo. 

 

Para o humorista, Carlos Alberto de Deus foi fundamental para aproximar Minas Gerais de outros grandes centros do show business. "A grande importância dele para o show business” mineiro , pra mim, foi que ele aproximou Minas do eixo Rio-São Paulo. Acho que todo empresário artístico brasileiro da nossa faixa de idade deve ter conhecido o de Deus - para os íntimos". explica.

 

"Meu último encontro com ele, aí em BH, foi no casamento de um amigo em comum. Ele adorava a minha imitação do Roberto Carlos e fez questão de me chamar no palco da festa para interpretar comigo a música "Emoções”. E grandes emoções vivemos este dia. Vai deixar saudades", finaliza Fernando Ângelo. 


Publicidade