Publicidade

Estado de Minas

Padrasto e mãe são suspeitos de tentar matar bebê na Grande BH

Criança tem nove meses e apresenta sinais de enforcamento. Investigados são ouvidos pela Polícia Civil na noite desta segunda


postado em 13/01/2020 22:48 / atualizado em 13/01/2020 22:55

Criança está hospitalizada na Maternidade de Contagem(foto: Reprodução/Google Street View)
Criança está hospitalizada na Maternidade de Contagem (foto: Reprodução/Google Street View)

 

A intolerância de uma mãe e de um padrasto pode resultar na morte de uma criança de nove meses na Grande BH. Segundo a Polícia Militar, o caso aconteceu no sábado (11), quando o bebê foi socorrido na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Ressaca, em Contagem.


A agressão, de acordo com a polícia, aconteceu durante uma festa da família dos suspeitos. Um churrasco acontecia quando a criança foi agredida.

 

Segundo a PM, a criança foi deslocada para a Maternidade de Contagem por conta do agravamento do caso. O bebê tem sinais de enforcamento em todo o pescoço, conforme o boletim de ocorrência.


Ainda de acordo com a polícia, a criança está inconsciente e respira por aparelhos. A equipe médica informou os militares que a vítima apresenta um edema cerebral e falta de oxigenação no cérebro. Ou seja, o estado é gravíssimo.


Como não houve flagrante, os suspeitos não foram detidos até o momento. Eles prestam depoimento, na noite desta segunda-feira (13), na delegacia de plantão de Contagem.


Segundo a Polícia Civil, o caso pode ser enviado para a Delegacia Especializada em Homicídios se o bebê perder a vida.


Se não, a investigação segue para a Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente.


Publicidade