Publicidade

Estado de Minas

'Poderia ter explodido o prédio', diz síndica de edifício no Bairro Castelo

Explosão aconteceu durante manutenção que era realizada no imóvel. Duas pessoas precisaram de atendimento médico e o local foi evacuado pelo Corpo de Bombeiros


postado em 18/12/2019 14:33 / atualizado em 18/12/2019 18:54

Ver galeria . 5 Fotos Leandro Couri/EM/D.A.Press
(foto: Leandro Couri/EM/D.A.Press )

As causas da explosão que atingiu um prédio no Bairro Castelo, na Região da Pampulha, ainda são um mistério. O que se sabe é que um serviço de manutenção era realizado na garagem quando o incidente aconteceu. Moradores ficaram assustados. “Poderia ter explodido o prédio”, afirmou Simone Andrade, síndica do edifício. Um cilindro de gás atravessou a parede e voou por aproximadamente 100 metros.



A síndica ainda tenta entender o que pode ter provocado a explosão. “Ainda não sei o que aconteceu, pois cada um fala uma coisa. Tinha um pessoal fazendo manutenção na garagem no piso, pintura. Eu fiquei presa na parte de trás do prédio, então não sei o que aconteceu”, disse. “O botijão voou, atravessou a parede e foi parar na rua debaixo”, completou.

Imagens do prédio impressionam. Com a força da explosão, a fachada do condomínio ficou completamente chamuscada. Um muro que dá para a rua também foi danificado por um cilindro de gás, que atravessou a estrutura e abriu buraco.



Vítimas levadas para hospitais


O prédio está localizado na Rua Desembargador José Sátiro. Os militares do Corpo de Bombeiros fizeram o isolamento da área para evitar aproximação de pessoas, pois ainda tinha o risco de explosão dos outros cilindros de gás. “A princípio, o funcionário de 38 anos, sofreu queimaduras nas mãos e braços, e inalou um pouco de gás que vazou do cilindro. A guarnição do Corpo de Bombeiros realizou os primeiros atendimentos, e repassou a vítima aos cuidados da viatura do SAMU (USA 01), que encaminhou a vítima a UPA Pampulha”, afirmou a corporação.

Uma mulher, de 39 anos, também foi conduzida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Pampulha. Não foi informado quais lesões ela sofreu.

Os bombeiros isolaram o prédio. Os moradores só poderão retornar para os apartamentos no final da tarde. A Polícia Civil também foi acionada para fazer uma perícia no imóvel.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade