Publicidade

Estado de Minas

Alicate de corte, serra e celulares: materiais são encontrados na Penitenciária Nelson Hungria

Os materiais foram encontrados durante revista de rotina em uma dos pavilhões da unidade prisional


postado em 17/12/2019 16:39 / atualizado em 17/12/2019 16:59

Materiais estavam em um pavilhão da penitenciária de segurança máxima(foto: Reprodução/WhatsApp)
Materiais estavam em um pavilhão da penitenciária de segurança máxima (foto: Reprodução/WhatsApp)

Um procedimento administrativo foi aberto para apurar a entrada de materiais ilícitos no Complexo Penitenciário Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Em um dos pavilhões da unidade prisional, que é de segurança máxima, foram encontrados celulares, serras, brocas, e até alicate de corte. Nenhum responsável pelos objetos foi encontrado.

Os materiais foram encontrados durante uma revista feito por agentes de segurança. De acordo com o Departamento Penitenciário de Minas Gerais (Depen-MG) foram apreendidos 24 chips, 20 cabos USB, 20 carregadores de celular, 19 serras, 18 celulares, seis caixas de massa epóxi, três brocas, três lixas de parede, um alicate de corte e uma chave de fenda. Nenhum preso assumiu a posse dos materiais.

Por meio de nota, a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) afirmou que “a direção do complexo lavrou um Registro de Eventos de Defesa Social (Reds) e instaurou procedimento administrativo para apuração dos fatos. Todos os presos do pavilhão sofrerão sanções administrativas disciplinares”, finalizou.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade