Publicidade

Estado de Minas

Bombeiros encontram corpo de homem levado por enxurrada em Ibirité

Vítima estava em um dos veículos arrastados pela correnteza na Avenida Sanitária durante um temporal. Ele é a sétima vítima do período chuvoso em Minas


postado em 14/12/2019 18:23 / atualizado em 14/12/2019 19:13

Carro da vítima foi encontrado ainda na noite passada(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Carro da vítima foi encontrado ainda na noite passada (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)


Militares do Corpo de Bombeiros encontraram, na tarde deste sábado, o corpo de um homem de 37 anos que foi arrastado pela enxurrada durante um temporal em Ibirité, na Grande BH, no fim da tarde dessa sexta-feira. 

Segundo os bombeiros, Gislei Andrade de Oliveira estava em um Renault Sandero sobre uma ponte próxima à Avenida Barbacena, número 20, quando a chuva forte alagou a região. “Como medida de segurança, ele subiu no teto do carro dele para flutuar a ser resgatado. Ele chegou a ligar para a família para avisar o que estava acontecendo, mas depois de pouco tempo houve uma tromba d'água, grande volume de chuva na cabeceira do rio”, explica o tenente Gabriel Fraguas Rocha, do 2º Batalhão do Corpo de Bombeiros, que participou das buscas. 

“Como a altimetria da região favorece esse tipo de fenômeno, desceu uma grande quantidade de água e o arrastou com o carro”, afirma. “O que a gente pede primeiro é para a pessoa não tentar enfrentar a enchente. Ele devia subir no carro, só que infelizmente aconteceu esse fenômeno”, acrescentou o bombeiro. 

O carro acabou destruindo parte da mureta da ponte e sendo levado pela correnteza do córrego que passa pela região. 

Após receberem informações de que um homem estava desaparecido, os bombeiros realizaram buscas que avançaram até a madrugada deste sábado. O carro da vítima foi encontrado primeiro. 

O corpo de Gislei foi localizado nesta tarde no Bairro Jardim Industrial, a cerca de seis quilômetros do local do acidente. Segundo o tenente Gabriel, as notícias do desaparecimento chamaram a atenção de vizinhos e familiares da vítima que moravam na região. Eles procuraram os bombeiros dizendo que haviam visto algo ser levado pela água e ajudaram a direcionar as buscas. O local onde a vítima estava era de difícil acesso. Após a perícia, o corpo será liberado para os familiares. 

Segundo a Defesa Civil Estadual, a morte de Gislei é a sétima desde o início do período chuvoso em Minas Gerais. 

Defesa Civil de Belo Horizonte ensina como sair do carro durante um alagamento





Publicidade