Publicidade

Estado de Minas

Católicos celebram dia da Imaculada Conceição de Nossa Senhora neste domingo

Além da grande cerimônia e uma programação extensa, o Projeto de Evangelização Proclamar a Palavra foi renovado e apresentando neste domingo pelo arcebispo de BH, dom Walmor Oliveira de Azevedo


postado em 08/12/2019 18:34 / atualizado em 08/12/2019 18:56

Missa no Santuário Nossa Senhora da Conceição dos Pobres, na Rua Além Paraíba, 152, Bairro Lagoinha(foto: Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de BH/ Divulgação)
Missa no Santuário Nossa Senhora da Conceição dos Pobres, na Rua Além Paraíba, 152, Bairro Lagoinha (foto: Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de BH/ Divulgação)
Fiéis celebraram neste domingo o dia da Imaculada Conceição de Nossa Senhora. A data celebra o reconhecimento oficial, pelo Papa Pio IX, em 1854, do Dogma da Imaculada Conceição de Maria. O Projeto de Evangelização Proclamar a Palavra foi renovado neste ano, a partir da 6ª Assembleia do Povo de Deus, e apresentando também neste domingo pelo arcebispo de BH, dom Walmor Oliveira de Azevedo. O documento reúne as diretrizes gerais para a ação evangelizadora na Arquidiocese.

“Hoje é o segundo domingo e estamos caminhando e nos preparando para celebrar o Natal do senhor. E esse caminho é enriquecido por esta festa da Imaculada Conceição que lembra uma verdade muito importante da nossa fé cristã católica: nossa senhora, filha predileta de deus pai, mãe de Jesus Cristo salvador, esposa do espírito santo, foi preservada de todo o pecado. Isso deve reacender em nós a grande alegria. Nós não caminhamos sozinhos, não vamos dar conta só por nossa força”, disse dom Walmor em coletiva de imprensa antes de celebrar a missa.

Na oportunidade, também foi apresentado documento com as novas diretrizes para a evangelização na Arquidiocese de BH, construídas a partir da participação dos fiéis em suas paróquias. “Nos escolhemos o dia de hoje Festa da Imaculada para o nosso projeto proclamar a palavra. O projeto é sucinto. Isso quer dizer que não é comprido, até parece que não tem muita coisa. Mas se tudo que esta proposta for colocado em prática nos vamos ter um grande recurso missionário. Estamos abrindo um novo ciclo missionário”, acrescentou arcebispo.

Uma das prioridades propostas é a ação missionária nas vilas, favelas, edifícios, condomínios, povoados rurais, com o objetivo de criar comunidades alicerçadas na palavra de Deus. Promover a catequese atenta à cultura urbana, por meio de metodologias e linguagens que utilizem a arte, como a música, cinema, teatro, imagens e outros recursos, também está entre as diretrizes.

O documento também pontua que a igreja deve investir nas redes sociais como lugares de evangelização e profecia, que anunciam os valores do Evangelho, formam opiniões e denunciam a mentira (fake news), a violência e as injustiças.

O grande momento deste domingo ocorreu na procissão, saindo do Santuário Arquidiocesano Nossa Senhora da Conceição dos Pobres, no Bairro Lagoinha, na Região Noroeste, e percorrendo as ruas próximas do templo.


Publicidade