Publicidade

Estado de Minas

Bebê morre ao cair do colo da mãe que ficou com pé preso ao descer de ônibus em BH

Criança caiu do colo da mãe e acabou atropelada pelo coletivo. Acidente ocorreu no Bairro Céu Azul, em Venda Nova


postado em 25/11/2019 08:19 / atualizado em 25/11/2019 14:29

Acidente aconteceu na Rua Padre Paulo Rególio, no Bairro Céu Azul(foto: Reprodução/Google Street View)
Acidente aconteceu na Rua Padre Paulo Rególio, no Bairro Céu Azul (foto: Reprodução/Google Street View)

Uma tragédia foi registrada na noite desse domingo em Belo Horizonte. Uma jovem, de 20 anos, ficou com o pé preso ao descer de um ônibus. O motorista não percebeu e arrancou o veículo. Nesse momento, a criança que estava no colo da mãe caiu e acabou atropelada. O bebê morreu na hora.

O acidente aconteceu na Rua Padre Paulo Rególio, no Bairro Céu Azul, na Região de Venda Nova. Segundo a Polícia Militar (PM), o motorista, de 29 anos, que conduzia o ônibus da linha 608 (Estação Venda Nova / Nova Pampulha), contou que tinha 25 passageiros dentro do veículo quando o caso ocorreu.

O homem disse que parou na via para o embarque e desembarque dos passageiros. Disse que observou os três espelhos retrovisores do veículo. Ao perceber que não tinha mais passageiros para descer, fechou as três portas e recomeçou o trajeto. Nesse momento, escutou os gritos de passageiros mandando parar. Ele percorreu aproximadamente 40 metros.

Ao descer do ônibus, o motorista se deparou com a jovem caída no chão. A garota gritava que o filho ficou para trás. A criança, que estava no colo dela no momento do desembarque, caiu e acabou atropelada.

O boletim de ocorrência registra a versão da jovem. Ela contou que esperou o veículo parar para desembarcar. No momento em que descia da porta central e estava no último degrau, contou que a porta fechou repentinamente e travou o pé esquerdo dela. Segundo a mulher, o veículo começou a se deslocar e ela acabou arrastada pela via. Nesse movimento, o filho caiu.

A criança teve fraturas múltiplas pelo corpo e morreu na hora. O motorista passou pelo teste do bafômetro, que não constatou o consumo de bebidas alcoólicas.


Publicidade