Publicidade

Estado de Minas

Jiboia na mira de pedradas é salva por bombeiros em Ituiutaba

O animal estava acuado. Algumas pessoas queriam apedrejá-lo e outras, salvá-lo. A jiboia foi libertada posteriormente em uma área silvestre de Ituiutaba, no Triângulo, sem ferimentos.


postado em 16/11/2019 07:52

Jiboia foi resgatada por bombeiros e libertada no habitat natural, longe de agressores(foto: CBMMG/Divulgação)
Jiboia foi resgatada por bombeiros e libertada no habitat natural, longe de agressores (foto: CBMMG/Divulgação)
Na mira de pedras de moradores, uma jiboia foi salva pelo Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG), na manhã desta sexat-feira (15), em Ituiutaba, no Triângulo. Segundo os bombeiros, as pessoas tinham medo de o animal ser peçonhento, mas jiboias não inoculam veneno.

Quando chegaram ao local onde estava a cobra, na avenida Presidente Roosevelt, no Bairro Drummond, os militares perceberam que o animal estava em risco, pois ainda que parte dos moradores quisessem protegê-la, havia outros preparados para apedrejá-la.

Ainda segundo os bombeiros, as jiboias não são naturalmente agressivas ao homem e geralmente evitam esse contato. Os militares alertam que "matar animal silvestre é crime previsto no art. 29 da Lei nº 9.605 onde diz que: matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, ou em desacordo com a obtida, tem pena com detenção de seis meses a um ano, e multa".

A jiboia causou medo na vizinhança, mas é um animal que não ataca sem motivos e não tem veneno(foto: CBMMG/Divulgação)
A jiboia causou medo na vizinhança, mas é um animal que não ataca sem motivos e não tem veneno (foto: CBMMG/Divulgação)
A jiboia foi libertada posteriormente em uma área silvestre, sem ferimentos. O Corpo de Bombeiros orienta a população para realizar o chamado via 193 quando se depararem com animais silvestres, para que seja realizada a captura segura do animal.


Publicidade