Publicidade

Estado de Minas

Homem mata a prima a facadas em BH; ele já tinha assassinado o irmão

O autor do crime, Lucas Félix Fernandes, usava uma tornozeleira eletrônica, que foi deixada na residência onde aconteceu o crime


postado em 21/10/2019 14:15 / atualizado em 21/10/2019 14:47

O crime aconteceu no Bairro Mantiqueira, na Região de Venda Nova(foto: Google Street View/Reprodução)
O crime aconteceu no Bairro Mantiqueira, na Região de Venda Nova (foto: Google Street View/Reprodução)

Um jovem de 26 anos foi preso depois de assassinar a própria prima em Belo Horizonte. O crime aconteceu em uma casa no Bairro Mantiqueira, na Região de Venda Nova. Susan Ketlen Fernandes Ramos, de 24, sofreu diversos ferimentos pelo corpo. Ela chegou a ser socorrida para o Hospital Risoleta Neves, mas morreu ao dar entrada na unidade de saúde. O autor do crime, Lucas Félix Fernandes, já tinha sido preso por matar o próprio irmão em 2013. Ele usava uma tornozeleira eletrônica, que foi deixada na residência onde aconteceu o crime.

O assassinato de Susan aconteceu por volta das 9h. De acordo com a Polícia Militar (PM), o autor do crime foi preso próximo a casa da prima, na Rua José Félix Martins. Ele foi visto por militares tentando se esconder em uma oficina mecânica. Ao ser detido, segundo consta no boletim de ocorrência, confessou o homicídio.

Uma testemunha, que também morava na mesma casa que Susan, informou que estava na porta da residência quando encontrou com Lucas. O jovem teria perguntado se ela morava no local. Neste momento, Susan abriu a porta e o homem entrou no imóvel. Segundo o boletim de ocorrência, a vítima correu para o banheiro, mas acabou sendo alcançada.

Susan foi ferida em várias partes do corpo com facadas. Ela foi socorrida por vizinhos e levada para o Hospital Risoleta Neves, em Venda Nova. Porém, segundo a PM, ela não resistiu aos ferimentos e morreu ao dar entrada na unidade.

Ameaças


De acordo com a PM, Lucas confessou a autoria do crime. Ele afirmou aos militares que já tinha ameaçado a prima e companheiro dela de mortes, quando assassinou o irmão. Disse, ainda, que foi até a casa na intenção de matar os dois desafetos, mas só encontrou com a prima. Contou que era monitorado por tornozeleira eletrônica, mas cortou o equipamento e deixou na casa de Susan.


Publicidade