Publicidade

Estado de Minas

Homem mata vizinho e pede perdão de joelhos à mãe da vítima

Crime ocorreu em Ibirité, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Vítima teve relacionamento com ex-mulher de suspeito, o que teria motivado o crime


postado em 18/10/2019 18:19 / atualizado em 18/10/2019 19:13

Cime ocorreu no Bairro Morada da Serra, em Ibirité (foto: Google Street View/Reprodução)
Cime ocorreu no Bairro Morada da Serra, em Ibirité (foto: Google Street View/Reprodução)

A polícia faz buscas por um homem suspeito de matar um ex-vizinho a tiros de arma de fogo na manhã desta sexta-feira em Ibirité, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. 

A Polícia Militar (PM) foi acionada por volta das 6h, após a morte de Reinaldo Faria dos Santos, de 36 anos. Sua mulher presenciou o crime. Segundo ela, Leonardo Rodrigues de Oliveira Couto, de 36, chamou seu marido pelo nome. Ele foi até a rua conversar com o ex-vizinho e a mulher ficou observando da porta da sala.

Segundo relatos da testemunha, quando Reinaldo deu as costas para a conversa, Leonardo disparou um tiro na cabeça de seu marido, que caiu ao chão imediatamente. Mesmo caído ao solo, o homem continuou atirando e depois agrediu com uma pistola.

Após o crime, testemunhas relataram no boletim de ocorrência, que Leonardo foi até a casa da mãe da vítima, ajoelhou em frente a ela e pediu perdão. Ao deixar o local, ele pegou o carro que estava em frente a residência, um Palio verde escuro e mencionou que estava indo para Ribeirão das Neves, ameaçando matar sua ex-mulher, Andreia, que mora no Bairro Maria Helena.

Ainda segundo testemunhas, durante a conversa dos dois pela manhã, a vítima contou para Leonardo que teve um relacionamento com sua ex-mulher. O suspeito chegou a mencionar que “não era moleque”. A polícia acredita que essa teria sido a motivação do crime.

Os policiais receberam a informação de que o suspeito é funcionário da Fiat e mora com o pai. Várias viaturas ficaram em diligências, contudo, até o encerrar o b.o., o suspeito não havia sido localizado. A ocorrência foi encerrada na 9ª Delegacia de Polícia Civil de Homicídios de Ibirité.
 
* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade