Publicidade

Estado de Minas

Pichador precisa de ajuda dos bombeiros para descer de cordas e é preso

Outros três envolvidos conseguiram fugir. Grupo destruiu rede elétrica de prédio para realizar a pichação


postado em 03/10/2019 21:48 / atualizado em 03/10/2019 22:29

Prédio onde os pichadores atuavam, segundo a polícia(foto: Reprodução/Google Street View)
Prédio onde os pichadores atuavam, segundo a polícia (foto: Reprodução/Google Street View)

 
A pichação é ilegal, mas mesmo assim várias pessoas insistem no ato. A Polícia Militar (PM) foi acionada na madrugada desta quinta-feira (3) por causa de um grupo de pichadores que subiu num prédio de Belo Horizonte. Um dos suspeitos, de 23 anos, foi preso pela corporação e os outros três conseguiram escapar. 

De acordo com a polícia, metade do grupo estava pendurado em cordas, pichando na fachada esquerda do prédio, enquanto os outros dois estavam no telhado. A corporação deu ordem para que eles descescem, porém a dupla continuou o ato.
 
Eles escreveram os dizeres "bala no bozo" e "a culpa é dos políticos safados", de acordo com a polícia.
 
O Corpo de Bombeiros precisou ser acionado para ajudar o jovem de 23 a descer das cordas. Ele confessou o crime e disse ter ligação com os outros três suspeitos que fugiram. 
 
Ainda disse, segundo as autoridades,  que o grupo estudou o prédio por dias e só conseguiu entrar destruindo a rede elétrica do edificio da Rua dos Caetés, no Centro de BH. 
 
Ele foi encaminhado para a Delegacia Adjunta ao Juizado Especial Criminal (Deajec). 
 
*Estagiária sob supervisão da redação do Estado de Minas 


Publicidade