Publicidade

Estado de Minas

Dupla é presa com estátua de um metro feita de bronze levada de cemitério de BH

Guardas municipais conseguiram a prisão depois que o gerente da necrópole denunciou uma série de furtos de peças. Presos afirmaram que vendiam os materiais


postado em 16/09/2019 19:04 / atualizado em 16/09/2019 19:09

Estátua levada pelos homens foi recuperada(foto: Guarda Municipal / Divulgação)
Estátua levada pelos homens foi recuperada (foto: Guarda Municipal / Divulgação)

Uma série de furtos de materias no Cemitério da Saudade, no bairro de mesmo nome, na Região Leste de Belo Horizonte, provocou prejuízos. Devido a denúncia dos crimes, uma ação foi montada pela Guarda Municipal para tentar encontrar os autores. Na tarde desta segunda-feira, dois homens foram presos em flagrante com uma estátua de um metro, feita de bronze. Eles tentaram correr, mas acabaram detidos.

Os homens foram flagrados durante uma fiscalização da Guarda Municipal. Os agentes fizeram uma campana para identificar os criminosos. “O gerente do cemitério passou para gente que estavam ocorrendo diversos furtos de materiais há uns dois dias. Passamos a monitorar a situação, e vimos os dois pegando uma estátua de um metro e tentaram evadir”, afirmou o subinspetor Reinaldo Morais Barbosa.

De acordo com o guarda municipal, os dois homens tentaram fugir e subir em uma moto. “Eles chegaram a correr a pé e tentar subir em uma moto, mas acabou que conseguimos prendê-los ainda dentro do cemitério”, contou. “A peça que eles pegaram era bastante pesada”, ressaltou.

Foram detidos dois homens, de 37 e 39 anos. O mais velho já tinha passagem anterior pela polícia. Eles confessaram os furtos no local. “Confessaram que cometeram os furtos nos dias anteriores e estavam vendendo os materiais”, contou o subinspetor. A dupla foi levada para a Central de Flagrantes da Polícia Civil (Ceflan 2).


Publicidade