Publicidade

Estado de Minas

Submetralhadora restrita às Forças Armadas Argentinas é apreendida em loja no Centro de BH

Homem alegou que o armamento pesado estava sendo guardado para um amigo de infância, que é traficante


postado em 12/09/2019 08:37 / atualizado em 12/09/2019 10:21

(foto: Polícia Militar/Divulgação)
(foto: Polícia Militar/Divulgação)
Uma denúncia anônima levou policiais militares a apreenderem armamento de uso restrito das Forças Armadas Argentinas como submetralhadoras e pistolas glock em uma loja na Avenida Amazonas, no Centro de Belo Horizonte. 

De acordo com a PM, os militares entraram em contato com o dono da loja e foram até o imóvel. Lá eles encontraram, embaixo de uma mesa, uma mala que continha sete armas. Foram apreendidas duas submetralhadoras 9 milímetros, uma submetralhadora 9 milímetros com brasão das Forças Armadas Argentinas, três pistolas glock 9 milímetros e uma pistola calibre 45 que teria sido furtada de um Policial Rodoviário Federal, além de munições, seletores de tiro e carregadores. 

Segundo os militares, o dono da loja afirmou não saber da existência do armamento e ficou indignado com seu funcionário, Luiz Carlos da Cruz Pereira Júnior, de 34 anos. Como Luiz Carlos não estava no local, o chefe entrou em contato e ele afirmou estar em uma UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) no Bairro Jardim América, Região Oeste de BH. Uma viatura foi até o local  e os militares encontraram e prenderam o suspeito.

Luiz Carlos assumiu que estava guardando o armamento para um amigo de infância, que segundo ele, seria traficante, mas não quis dar mais informações pois temia pela própria vida. Luiz Carlos não tinha passagens pela Polícia e foi encaminhado para a Central de Flagrantes 3.
 
 
* Estagiária sob supervisão do subeditor Frederico Teixeira 


Publicidade