Publicidade

Estado de Minas

Mesmo alérgico, garçom arrisca comer camarão em evento na capital e morre

Elton Fernandes, de 32 anos, sofreu choque anafilático e faleceu antes mesmo da chegada do Samu


postado em 11/09/2019 10:07 / atualizado em 11/09/2019 15:05

Incidente ocorreu na Rua Gonçalves Dias (foto: Reprodução da internet/Google Maps)
Incidente ocorreu na Rua Gonçalves Dias (foto: Reprodução da internet/Google Maps)
Um garçom de 32 anos morreu depois de comer camarão na madrugada desta quarta-feira durante um evento no Bairro Barro Preto, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. O homem era alérgico a camarão, mas disse a testemunhas que iria "arriscar" provar um prato de paella. Ele acabou morrendo com choque anafilático.

De acordo com o boletim de ocorrência, a tragédia ocorreu por volta da 0h na Rua Gonçalves Dias, 3182. A vítima, identificada como Elton Gravatar Alves Fernandes, trabalhava como freelancer em um pequeno evento empresarial na Casa Ateliê.

O garçom-chefe, que contratou Elton, contou aos policiais que ele havia dito que era alérgico a frutos do mar, principalmente, camarão. Entretanto, afirmou que “iria arriscar” comer o prato.

Depois de degustar o jantar, passaram-se alguns minutos e a vítima correu até o banheiro. Segundo testemunhas, ele gritava para chamarem o Samu, pois estava passando bastante mal.

Pouco depois, saiu do banheiro correndo, com a blusa aberta e vomitando. Ele apresentava muita dificuldade para respirar. Uma médica estava entre os convidados do evento e chegou a prestar os primeiros-socorros a Elton. O Samu foi chamado, mas o homem morreu no local.

Elton era natural da Bahia e morava sozinho em Belo Horizonte. Policiais não conseguiram contato com a família até o fechamento do registro policial.


Publicidade