Publicidade

Estado de Minas

Motoristas do transporte alternativo protestam em BH nesta quarta

Perueiros e motoristas de vans de fretamento fizeram uma carreata até a Cidade Administrativa para apresentar reivindicações


postado em 11/09/2019 08:11 / atualizado em 11/09/2019 10:12

Motoristas concentrados na Pampulha na manhã desta quarta-feira(foto: Paulo Filgueiras/EM/DA Press)
Motoristas concentrados na Pampulha na manhã desta quarta-feira (foto: Paulo Filgueiras/EM/DA Press)


Motoristas que atuam no transporte alternativo realizam uma manifestação na manhã desta quarta-feira em Belo Horizonte. Participam do movimento perueiros e condutores de vans e ônibus para fretamento e turismo da capital, região metropolitana e do interior do estado. 

Os condutores se concentraram ainda durante a madrugada e saíram em carreata de três pontos em direção à Cidade Administrativa, em Venda Nova: da BR-040, em Ribeirão das Neves; da Refinaria Gabriel Passos (Regap), na BR-381, em Betim, e da Avenida Antônio Abrahão Caram, ao lado do Estádio Mineirão, na Pampulha. 

Faixa protesta contra a lei sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro em julho, aumentando a punição para os perueiros(foto: Paulo Filgueiras/EM/DA Press)
Faixa protesta contra a lei sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro em julho, aumentando a punição para os perueiros (foto: Paulo Filgueiras/EM/DA Press)


“Estamos pedindo para que o governo nos receba, para que escute a classe”, explica Abdiel Freitas, líder do movimento. “Entre as reivindicações estão a desburocratização do DEER (Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais), regulamentação do transporte alternativo, extinção da Lei 19.445/11”, explica. 

Conforme essa lei estadual, motoristas flagrados no transporte irregular de passageiros estão sujeitos a apreensão do veículo; multa de R$ 1.625,70 (que dobra em caso de reincidência); além do pagamento das despesas referentes aos custos de transbordo de passageiros, guincho e permanência do veículo no pátio de detenção. “É uma lei inconstitucional porque o estado começa a legislar sobre o transporte, sendo que é algo que o governo federal tem que fazer”, afirma Freitas. 

(foto: Paulo Filgueiras/EM/DA Press)
(foto: Paulo Filgueiras/EM/DA Press)


Segundo o representante do movimento, também há protestos em cidades do interior de Minas e em outros estados nesta quarta-feira. 

Motoristas na MG-010 seguindo em direção à Cidade Administrativa(foto: Paulo Filgueiras/EM/DA Press)
Motoristas na MG-010 seguindo em direção à Cidade Administrativa (foto: Paulo Filgueiras/EM/DA Press)


Publicidade