Publicidade

Estado de Minas

Casos de dengue começam a diminuir em Belo Horizonte

Junho registrou quase 4 mil casos confirmados, número abaixo dos meses de abril e maio, quando ficou em mais de 25 mil


postado em 12/07/2019 17:23 / atualizado em 12/07/2019 18:30

Dengue matou 17 pessoas em Belo Horizonte em 2019(foto: Fiocruz/Divulgação)
Dengue matou 17 pessoas em Belo Horizonte em 2019 (foto: Fiocruz/Divulgação)


O mês de junho apresentou queda nos casos confirmados de dengue em Belo Horizonte. É o que informa o último balanço da Secretaria Municipal de Saúde, divulgado nesta sexta-feira. Dos 66.217 casos confirmados, 91% ocorreram entre março e maio. Em julho, já foram confirmados 97 casos.

Entre os 126.430 casos notificados – que contemplam os confirmados, descartados e em investigação –, 88,5% também foram registrados em março, abril e maio. Ainda existem 43.473 casos pendentes de resultados. Foram investigados e descartados 16.740 casos.

Dengue mata

Neste ano, já morreram 17 pessoas com dengue. De acordo com a pasta, 14 delas já tinham outras doenças que contribuíram para complicações. Foram nove mortes em abril, cinco em maio, duas em fevereiro e uma em março. 

(foto: PBH/Divulgação)
(foto: PBH/Divulgação)


Regiões de BH

A região com maior índice da doença é o Barreiro, com mais de 14 mil casos confirmados, seguida da Região Nordeste, com mais de 9 mil. Se somados os casos confirmados e suspeitos, a Região de Venda Nova tem o maior número, com mais de 16 mil. A Região Centro-Sul teve menos casos confirmados e suspeitos. 

(foto: PBH/Divulgação)
(foto: PBH/Divulgação)


Chikungunya

Em 2019, foram notificados 178 casos de chikungunya, em residentes de Belo Horizonte. Foram confirmados 52 casos, dentre os quais, 13 foram contraídos no município, 11 importados e 28 foram contraídos em locais com origem indefinida. Há 126 casos em investigação para a doença.                                                                                    

Zika

Em 2019, foram notificados 280 casos de zika em residentes de Belo Horizonte. Há um caso confirmado para a doença. 195 casos foram descartados e 84 permanecem em investigação.
 

* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie. 


Publicidade