Publicidade

Estado de Minas

Grande BH tem mais de 50 focos de incêndio só nesta segunda

Período do inverno, quando as chuvas são mais escassas, é marcado pelo grande número de ocorrências deste tipo


postado em 08/07/2019 18:42 / atualizado em 08/07/2019 21:49

Imagem meramente ilustrativa(foto: Tulio Santos/EM/D.A Press)
Imagem meramente ilustrativa (foto: Tulio Santos/EM/D.A Press)

 

A semana começou com muito trabalho para o Corpo de Bombeiros. Só na Região Metropolitana de Belo Horizonte, a corporação já atendeu 32 ocorrências de focos de incêndio nesta segunda-feira (8). Outros 22 chamados ainda estão em aberto.


Segundo os militares, todas as ocorrências foram provocadas pela irresponsabilidade do ser humano ou por causas naturais. Muitos são em lotes vagos e outros em áreas urbanas, como matas, copas de árvore e vegetação rasteira.


Durante o período do inverno, quando a quantidade de chuva diminui, o número de focos de incêndio dispara. Em Minas Gerais, só em julho, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) detectou 132 focos ativos. O dado já supera o total dos quatro primeiros meses do ano em separado.


De acordo com o Corpo de Bombeiros, em 99,9% dos incêndios florestais as causas são humanas. As ações, que podem ser imprudentes ou criminosas, vão de jogar uma guimba de cigarro próximo a rodovias a colocar fogo na vegetação de maneira proposital


Por isso, a corporação pede à população que evite o acúmulo de lixo em lotes vagos ou soltar balões ou fogos de artifício perto de matas ou áreas rurais, além de sempre ensacar os resíduos de capina, em vez de optar pela queima.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade