Publicidade

Estado de Minas

PM prende mais 12 cambistas com ingressos para a Copa América

Ontem, outros 10 foram presos. Entre eles está 'Nego Gato', já conhecido na capital pela prática da atividade ilícita


postado em 02/07/2019 22:04 / atualizado em 02/07/2019 22:52

Foram apreendidos: 13 ingressos, máquina de cartão, celulares, além de R$ 2 mil e poções de maconha que serão contabilizadas(foto: Polícia Militar (PM)/ divulgação)
Foram apreendidos: 13 ingressos, máquina de cartão, celulares, além de R$ 2 mil e poções de maconha que serão contabilizadas (foto: Polícia Militar (PM)/ divulgação)
Outros 12 cambistas, alguns estrangeiros, foram detidos na noite desta terça-feira tentando vender ingressos para a Copa América, próximo ao Mineirão, na Região da Pampulha. Ontem, outros 10 foram presos dentro de um shopping. No total, foram 22 presos pela Polícia Militar (PM) pela prática do crime. 

 

De acordo com a corporação, foram apreendidos: 13 ingressos, máquina de cartão, celulares, além de R$ 2 mil e poções de maconha que serão contabilizadas. 


Ontem à noite, dez cambistas foram detidos tentando vender ingressos em estabelecimento comercial na Região Leste. Os suspeitos, com idades entre 22 e 49 anos, foram levados para fora da área de circulação dos clientes.

Conforme a PM, foram apreendidos 44 ingressos para a partida entre Brasil e Argentina, R$ 7.389,30, 863 dólares, 11 celulares, uma porção de maconha, uma porção de cocaína, mais de 100 ingressos de jogos e espetáculos e sete cartões no nome do cambista conhecido como “Nego Gato”.

Todos os homens detidos foram levados a uma unidade da Central de Flagrantes da Polícia Civil (Ceflan) da capital. Os 10 conduzidos assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) pelo crime previsto no artigo 41 f da Lei de Contravenções Penais que é vender ingresso de evento esportivo com preço superior ao estampado no bilhete. A pena é de um a dois anos de reclusão e multa. Todos foram liberados para responder em liberdade.

Além dos cambistas, um homem procurado pela polícia acabou localizado. O homem tinha um mandado de prisão em aberto. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade