Publicidade

Estado de Minas

Virada Cultural 2019 contará com circuito gastronômico com pratos até R$ 20

Curadoria fica por conta de Daniel Neto, mais conhecido como o Nenel do Baixa Gastronomia, que há 10 anos divulga a culinária popular


postado em 25/06/2019 10:08 / atualizado em 25/06/2019 19:13

Virada será realizada durante 24 horas nos dias 20 e 21 de julho(foto: Virada Cultural / Facebook / Reprodução)
Virada será realizada durante 24 horas nos dias 20 e 21 de julho (foto: Virada Cultural / Facebook / Reprodução)
A Virada Cultural, promovida pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), terá uma novidade este ano: um circuito gastronômico com a participação de trinta estabelecimentos e prato com o valor máximo de R$ 20, apelidados também de “Viradão”. A curadoria fica por conta de Daniel Neto, mais conhecido como o Nenel do Baixa Gastronomia, que há 10 anos divulga a culinária popular.

O curador já está selecionando pontos comerciais que irão participar do circuito gastronômico. Para Nenel, a ideia de levar a gastronomia para a Virada Cultural tem tudo a ver com a proposta do evento. E a prefeitura promete Viradão para todos os gostos: Feijão tropeiro, mexidão, carne cozida de estufa, joelho de moça, linguiça de estufa, cachorro quente, acarajé e empadinha estarão no cardápio. Carpaccio de jiló como opção vegana e sobremesa com sorvete artesanal. O circuito deve movimentar a economia no centro da cidade.

A Virada Cultural

A Virada Cultural de BH será realizada durante 24 horas nos dias 20 e 21 de julho, com uma ocupação artística e cultural no hipercentro de Belo Horizonte. Ao todo, serão 400 atrações gratuitas - 120 selecionadas pelo edital - que devem atrair cerca de 500 mil pessoas em um circuito formado por seis áreas principais no Centro da capital, além de espaços culturais parceiros, em uma experiência intensa de compartilhamento e ocupação do hipercentro, atrelada ao convívio com diferentes culturas, estilos, credos e tribos.

O evento é uma realização da Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação Municipal de Cultura, e do Instituto Periférico.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade