Publicidade

Estado de Minas

Suspeito de se passar por policial civil é preso no Bairro Goiânia

Homem foi flagrado após uma denúncia anônima. Segundo a PM, ele disse à namorada que atuava como psicólogo da polícia. Arma de pressão e documentos falsos foram apreendidos


postado em 18/06/2019 08:52 / atualizado em 18/06/2019 10:05

Materiais apreendidos na casa do suspeito(foto: Polícia Militar/Divulgação)
Materiais apreendidos na casa do suspeito (foto: Polícia Militar/Divulgação)
Um homem de 43 anos foi detido por falsificação de documentos na madrugada desta terça-feira no Bairro Goiânia, Região Nordeste de Belo Horizonte. Ele é suspeito de se passar por policial civil. Na casa dele foram encontrados documentos falsos e uma pistola de pressão. 

Segundo a Polícia Militar (PM), o suspeito foi abordado na porta de casa, acompanhado da namorada, depois e uma denúncia. A mulher disse que ele era policial civil, chegou a mostrar a ela a carteira funcional e explicou que atuava como psicólogo. No entanto, ele negou que tivesse dito isso à namorada. 

Na casa dele os policiais encontraram um certificado de pós-graduação em psicologia pública de uma universidade mineira e duas identidades funcionais do Estado de Minas Gerais, com autorização para porte de arma. Um dos documentos dizia que ele era habilitado para conduzir aeronaves. No entanto, a documentação era falsa, conforme a PM.

Os policiais miliares ainda recolheram no imóvel uma camisa da Polícia Civil, três celulares, uma pistola Taurus de pressão e um bloqueador de sinal de tornozeleira eletrônica, dispositivo usado para monitorar pessoas em cumprimento de pena. 

Ainda de acordo com a PM, durante a ocorrência, diversas mensagens chegaram a um dos celulares do suspeito. Elas eram de pessoas cobrando coisas dele, como promessas de emprego. O suspeito foi encaminhado a uma delegacia. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade