Publicidade

Estado de Minas

Filha agride a mãe por não querer realizar a limpeza da casa, em Lagoa Formosa

A jovem de 18 anos agrediu a mãe, de 34, e quebrou vários utensílios domésticos da casa onde as duas moravam com a família, na cidade do Alto Paranaíba. A agressora foi detida pela PM


postado em 15/06/2019 14:52

Bairro Nossa Senhora do Rosário, onde filha e mãe brigaram devido à limpeza da casa não ter sido feita(foto: Reprodução)
Bairro Nossa Senhora do Rosário, onde filha e mãe brigaram devido à limpeza da casa não ter sido feita (foto: Reprodução)
Uma jovem de 18 anos agrediu a própria mãe por não querer realizar a limpeza doméstica da casa onde moravam, no Bairro Nossa Senhora do Rosário, em lagoa Formosa, no Alto Paranaíba. Segundo relatado á Polícia Militar, a lavradora Juvanete de Jesus dos Santos, de 34 anos, mora na casa com a filha que a agrediu, Jociele dos Santos Bispo, uma outra filha mais nova e os respectivos maridos. Todos são trabalhadores da zona rural, exceto Jociele, que de acordo com a mãe, deveria ser responsável pela limpeza da residência.

Na noite desta sexta-feira (14), os trabalhadores retornaram do campo e encontraram Jocilene na rua. Ao cosntatar que a casa estava desorganizada e que a filha não teria limpado o espaço, a mãe a repreendeu. A jovem não aceitou o que foi dito e partiu para cima de Juvanete e a agrediu com socos e pontapés.

A família precisou intervir para separar as duas e o celular da mãe foi atirado ao chão e destruido. Quando a mãe se desvencilhou de seus ataques, a jovem de 18 anos entrou na casa e começou a quebrar o que encontrava pela frente.

Segundo relatado pela PM, uma antena parabólica e um aparelho de som foram danificados pela agressora, até que a polícia chegou ao local do crime e deteve a jovem.

As duas fizeram exames médicos que apurou hematomas e escoriações, mas dispensaram o atendimento na unidade de saúde da cidade.

Mãe e filha foram então levadas à delegacia da Polícia Civil, sendo que Jocilene continuou a ameaçar a mãe, chegando a dizer que ao ser libertada iria atear fogo à residência da família para matar todos os moradores.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade