Publicidade

Estado de Minas

Dengue mata mais duas pessoas em BH e já infecta 15,5 mil moradores

Balanço divulgado nesta sexta-feira pela Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) mostra um aumento significativo de infecções da doença e de mortes. Foram mais 5 mil confirmações em uma semana


postado em 17/05/2019 13:54 / atualizado em 17/05/2019 18:39

Centros de saúde ficarão abertos no sábado para atender população com sintomas da dengue(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Centros de saúde ficarão abertos no sábado para atender população com sintomas da dengue (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)

A dengue segue se alastrando por Belo Horizonte. A cada semana, milhares de casos são confirmados na cidade, que passa por uma epidemia da doença. Balanço divulgado nesta sexta-feira pela Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) mostra um aumento significativo de infecções da doença e de mortes. Já são 15,4 mil casos, 5 mil a mais do que o último boletim, divulgado há sete dias. Além disso, o número de óbitos subiu para seis. Ainda há outros sendo investigados. Como o de um policial militar que perdeu a vida em um hospital particular da cidade na noite dessa quinta-feira.

A capital mineira vive um período crítico devido a dengue. Neste ano, a média é de 114 casos confirmados por dia. Já são 15.491 pessoas que foram infectadas pelo vírus. A situação pode ser ainda pior. Ainda estão sendo investigados 40.934 notificações. Outros 8.741 casos foram analisados e descartados.

O Barreiro segue sendo a região com maior número de casos da doença. Foram confirmados 5.266 pacientes com dengue. Outros 2.592 notificações estão sendo investigadas. Em seguida vem a Região Nordeste, com 1.830 confirmações e outros 6.830 em apuração. A Região Noroeste tem 1.658 casos e outros 4.015 em investigação.

O reforço no atendimento aos pacientes com dengue vai continuar na cidade. Neste sábado, o  Centro de Saúde Santa Terezinha (Pampulha), localizado à Rua Senador Virgílio Távora, 157, no Bairro Santa Terezinha, ficará aberto de 8h às 17h. Além disso, os três Centros de Atendimento à Dengue (CAD) ficarão abertos de 7h às 18h. O CAD Barreiro fica na Praça Modestino Sales Barbosa, 100, no Bairro Flávio Marques Lisboa, o CAD Nordeste, na Rua Joaquim Gouvêia, 560,  Bairro São Paulo, e o CAD Venda Nova, na Rua Padre Pedro Pinto, 175, no 2º andar.

Chikungunya


Foram notificados 140 casos de chikungunya, em residentes de Belo Horizonte. Foram confirmados 21 casos. Entre eles,  sete contraídos no município, sete importados e sete foram contraídos em locais com origem indefinida. Há 161 casos em investigação para a doença.

Zika


Em 2019, foram notificados 155 casos de zika em residentes de Belo Horizonte. Há um caso confirmado para a doença. Outros 71 casos foram descartados e 71 permanecem em investigação.


Publicidade