Publicidade

Estado de Minas

Em apenas oito dias, BH já teve mais precipitações que a média em três regionais

De acordo com o meteorologista Ruibran dos Reis, do Instituto Climatempo, a real queda de temperatura neste mês no estado deve ocorrer somente depois do dia 20


postado em 08/05/2019 21:06 / atualizado em 08/05/2019 21:16

(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)

 
O mês de maio, conhecido pelos primeiros sinais de frio na Região Metropolitana de Belo Horizonte, tem registrado demora na queda das temperaturas, mesmo com chuvas isoladas, mas intensas, que em apenas oito dias já superaram a média histórica para o mês em três das nove regionais da capital.
 
Somente nesta quarta (8), choveu mais que o esperado para o mês inteiro em 90 minutos de precipitação na Região Oeste. De acordo com o Instituto Climatempo, a pancada foi causada por uma frente fria que passa pelos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, influenciando o clima nas regiões da Zona da Mata e Central de Minas Gerais, chegando nesta quinta (9) com menos intensidade à Região Norte.
 
Para quinta-feira, a previsão é de céu parcialmente nublado e sem chuva em Belo Horizonte e região metropolitana. A mínima vai aos 16° C e a máxima deve chegar aos 27° C, aumentando até domingo, Dia das Mães. Existe previsão de pancadas de chuva na Zona da Mata e Vales do Mucuri e Jequitinhonha. Em outras áreas do estado, o céu permanece parcialmente nublado. A mínima do estado é registrada em Monte Verde, no Sul, partindo dos 10°C, e a máxima é registrada no Norte, alcançando 34°C em Espinosa.
 
A partir de segunda-feira (13), outra frente fria que vem do Sul do país deve passar pelo estado em baixa intensidade, mas com previsão de contribuir para mais chuva em pontos isolados até terça-feira. A semana deve ser marcada por nebulosidade em boa parte do território mineiro. 
 
De acordo com o meteorologista Ruibran dos Reis, do Instituto Climatempo, a real queda de temperatura neste mês no estado deve ocorrer somente depois do dia 20, quando chega massa de ar polar que normalmente é esperada para meados de abril. “Este ano a temperatura está acima do normal nesta época, o Norte de Minas ainda está batendo os 35°C. Estamos no outono com cara de verão”, analisa.
 
A umidade relativa do ar também foge da normalidade de outros anos. De acordo com o meteorologista, nesta época Minas Gerais registra tempo seco, com umidade abaixo de 30%, e até o momento a menor registrada foi de 33%. “Estamos com muita nebulosidade. Este outono está sendo muito mais úmido. Isso é bom para a agricultura. Ajuda também a inibir focos de incêndio”, explica Ruibran.
 
Acumulado de chuva em maio em milímetros, até as 16h30 de ontem (valores entre parênteses indicam a porcentagem em relação à média do mês):

Barreiro 50,8 (181%)
Centro-Sul 24 (85%)
Leste 12,4 (44%)
Nordeste 6,2 (22%)
Noroeste 26,2 (93%)
Norte 11,4 (41%)
Oeste 57,4 (204%)
Pampulha 35,6 (127%)
Venda Nova 11 (39%)
 
Acumulado de chuva (mm) por regional das 12h30 às 16h30 de ontem:

Barreiro 1,6 (6%)
Centro-Sul 2,4 (9%)
Leste 5,2 (19%)
Nordeste 4,2 (15%)
Noroeste 15,4 (55%)
Norte 9,6 (34%)
Oeste 36,8 (131%)
Pampulha 27,8 (99%)
Venda Nova 5,2 (19%)

Média climatológica de maio: 28,1 mm (Inmet, 1981-2010)
Fonte: Defesa Civil de Belo Horizonte 
 

Dia das mães

BH e Região Metropolitana

Sábado
Máxima 28°C
Mínima 14°C
Céu claro a parcialmente nublado

Domingo
Máxima 29°C
Mínima 15°C
Céu claro a parcialmente nublado

Fonte: Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) 
  
*Estagiária sob supervisão do editor Roney Garcia

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade