Publicidade

Estado de Minas

Reunião entre autoridades e atingidos marca três meses da tragédia de Brumadinho

Encontro acontece na quadra municipal da cidade da região metropolitana e vai tratar sobre o acordo firmado entre Vale e Defensoria Pública e também sobre pagamentos emergenciais


postado em 25/04/2019 10:07

Rompimento da barragem da Vale matou 233 pessoas e ainda mantém outras 37 desaparecidos(foto: Leandro Couri/EM/D.A PRESS)
Rompimento da barragem da Vale matou 233 pessoas e ainda mantém outras 37 desaparecidos (foto: Leandro Couri/EM/D.A PRESS)
Na data em que a tragédia de Brumadinho completa três meses, atingidos e autoridades se reúnem na cidade da Grande BH, para tratar sobre os desdobramentos do desastre. De acordo com o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), o encontro será às 14h na quadra municipal de Brumadinho, que fica na Rua Itaguá, 1.000, Bairro Progresso.

Estarão presentes promotores, procuradores federais, defensores públicos e também os atingidos pelo rompimento da barragem da Vale, que já matou 233 pessoas e ainda mantém outras 37 desaparecidas. O tema da reunião será o acordo celebrado entre a Vale e a Defensoria Pública de Minas Gerais e também os pagamentos emergenciais aos atingidos.

Na edição de hoje, o o Estado de Minas mostrou a alta de preços em Brumadinho, que pega carona na injeção financeira da Vale com pagamentos emergenciais. A reportagem pode ser conferida clicando neste link. Três meses depois, ninguém está preso pelo crime, assunto que pode ser conferido clicando aqui. O Ministério Público diz que há uma tentativa da Vale em baratear as indenizações e o Corpo de Bombeiros já tem planejamento pronto para pelo menos mais um mês de buscas ininterruptas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade