Publicidade

Estado de Minas

Prisão de executivos, suspensão de licenças e criação de estatal: veja o que os brasileiros pensam sobre a tragédia de Brumadinho

Levantamento do Instituto Paraná Pesquisas aponta que 65,7% da população do país é a favor da Vale perder a licença para operar no setor da mineração; outros 63,4% responsabilizam a empresa pelo desastre


postado em 04/02/2019 19:43 / atualizado em 04/02/2019 19:48

(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)

 

Grande parte dos brasileiros desejam penas duras para a mineradora Vale e seus diretores após a tragédia ocorrida em Brumadinho, na Grande BH. De acordo com levantamento do Instituto Paraná Pesquisas, 65,7% da população do país é a favor da empresa perder sua licença para trabalhar no setor da mineração, enquanto 28% é contra e 6,4% não soube responder. Ainda segundo o estudo, 63,4% dos ouvidos classificam a companhia como a principal responsável pela catástrofe. Outros 21,3% colocam a maior culpa no governo de Minas, enquanto uma parcela de 10,4% acusa a União. Pouco mais de 1% analisa o desastre como um acidente e 3,6% não responderam.


O estudo teve como objetivo avaliar a percepção do brasileiro sobre o desastre de Brumadinho. De acordo com o Instituto Paraná Pesquisas, 66,2% das pessoas que responderam ao questionário são favoráveis a suspensão de todas as licenças de mineração. Cerca de 25% são contra e 8,4% não souberam responder. Quanto aos executivos da Vale, 52,6% da população defende a prisão dos dirigentes. O afastamento e a determinação de multas são a melhor punição para 24,2% dos ouvidos. Para 13,3% a Justiça deveria congelar os bens do alto escalão da mineradora.


Os reflexos da tragédia de Mariana também entraram em debate. Segundo a pesquisa, 91% dos brasileiros creem que o rompimento da barragem B1 da mina do Córrego do Feijão poderia ter sido evitado se a Justiça tivesse punido a Samarco e suas controladoras, Vale e BHP Billiton, da maneira correta. Para cerca de 3% dos ouvidos, os vazamentos não têm relação. A mesma quantidade de pessoas afirmaram que os desastres não poderiam ter sido evitados.


De acordo com o Paraná Pesquisas, 35,1% dos brasileiros são a favor da criação de uma empresa estatal para realizar toda a atividade minerária no país. Outros 58,9% dos ouvidos vão na contramão, enquanto 6% não se posicionaram.


Para chegar aos resultados, o Instituto Paraná Pesquisas ouviu 2.420 brasileiros situados em 188 municípios de 26 estados e do Distrito Federal. As entrevistas aconteceram entre 30 de janeiro e 3 de fevereiro. O levantamento foi feito on-line e tem margem estimada de erro de aproximadamente 2,0% para os resultados gerais.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade