Publicidade

Estado de Minas

Acidente com três ônibus interdita pista do Move na Antônio Carlos

De acordo com a Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), ocorrência foi registrada no sentido Venda Nova, na altura da Avenida Américo Vespúcio; quatro pessoas ficaram feridas


postado em 14/01/2019 19:04 / atualizado em 14/01/2019 21:09

(foto: Reprodução/Google Street View)
(foto: Reprodução/Google Street View)

 

A volta pra casa enfrenta obstáculos nesta segunda-feira. Depois das autoridades registrarem um acidente com oito feridos no Bairro Floresta (Região Leste), problemas também no corredor exclusivo do Move na Avenida Antônio Carlos. Segundo a Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), três ônibus se colidiram no sentido Venda Nova, altura do cruzamento com a Avenida Bernardo Vasconcelos, Bairro Nova Cachoeirinha (Região Nordeste). Quatro pessoas ficaram feridas. 

 

Segundo o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), três mulheres e um homem se feriram. Uma de 24 anos apresentava dor cervical, e no ombro, além de uma suspeita de fratura na clavicula. Ela foi encaminhada ao Hospital Risoleta Tolentino Neves. O Samu encaminhou uma outra vítima do sexo feminino, de 17, para a mesma unidade médica. Ela tinha um corte no lábio inferior. Ambas estavam conscientes. 

 

Os outros dois feridos foram levados pelo Corpo de Bombeiros à Unidade de Pronto-Atendimento Norte. Uma mulher, sem idade informada, sofreu um corte no pé, enquanto um homem de 18 reclamava de dores no joelho.

 

A pista está totalmente fechada no trecho, que é marcado por engarrafamentos constantes por está próximo ao viaduto São Francisco. Com a interdição, equipes da BHTrans deslocam o trânsito dos ônibus para a pista mista. 

 

Por volta das 19h30, o órgão da prefeitura informou que o reboque pesado estava em deslocamento para retirar os veículos da pista. O corredor do Move na Antônio Carlos foi liberado por volta das 20h30.

 

Em contato com o em.com.br, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (SetraBH) disse que só se posicionará após a perícia. Mesmo posicionamento da BHTrans. O SetraBH ressaltou, ainda, que a classe desloca um profissional para apurar as causas de todos os acidentes em BH.  


Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade