Publicidade

Estado de Minas

Servidores públicos prostestam na Praça da Liberdade; trânsito é lento

O ato é contra o parcelamento do salário e a indefinição do pagamento do 13


postado em 13/12/2018 15:30 / atualizado em 13/12/2018 17:30

Manifestantes fecham uma via em frente ao Palácio da Liberdade(foto: Reprodução/BHTrans)
Manifestantes fecham uma via em frente ao Palácio da Liberdade (foto: Reprodução/BHTrans)

Servidores públicos estaduais fazem uma manifestação na tarde desta quinta-feira na Praça da Liberdade contra o parcelamento do salário e a indefinição do pagamento do 13º. Os manifestantes fecham uma das vias próximo ao Palácio da Liberdade, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. O trânsito é lento na região.

De acordo com a BHTrans, o grupo chegou na Praça da Liberdade por volta das 14h50. O grupo ocupou uma via entre as alamedas da Educação e da Segurança, no trecho entre as avenidas Bias Fortes e Brasil. O protesto foi convocado pelas redes sociais.

Por volta das 16h os manifestantes se deslocaram para a Praça Sete de Setembro, no cruzamento entre as avenidas Afonso Pena e Amazonas, no hipercentro de BH. O trânsito ficou complicado na região. Agentes da BHTrans estão no local.

Servidores manifestam na Praça Sete(foto: Déborah Lima/EM)
Servidores manifestam na Praça Sete (foto: Déborah Lima/EM)


Os manifestantes estão insatisfeitos com o parcelamento do salário e a indefinição sobre o 13º. O governo de Minas deve se posicionar nesta sexta-feira sobre a situação. No mesmo dia, haverá uma reunião que poderá definir a escala de pagamento.

Na segunda-feira, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) determinou que o governo de Minas Gerais se pronuncie, em 72 horas, sobre o mandado de segurança impetrado pela Associação dos Oficiais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado De Minas Gerais (Aopmbm). A entidade pediu, liminarmente, que seja garantido o 13º salário dos seus associados.

O em.com.br entrou em contato com a Advocacia-Geral do Estado e ainda aguarda um posicionamento sobre o caso.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade