Publicidade

Estado de Minas

Temporal de granizo: as imagens da destruição em BH quando o dia amanheceu

Defesa Civil informa que 61 solicitações de atendimento ocorreram na noite dessa quinta-feira; alagamento e queda de árvore foram as mais recorrentes; árvore que vitimou motorista caiu por causa de raio


postado em 07/12/2018 08:12 / atualizado em 07/12/2018 12:01

Ver galeria . 35 Fotos Telhado atingiu quatro carros e cortou a luz da região do Sagrada Família, Rua Costa Monteiro 750Paulo Filgueiras/EM/D.A.Press
Telhado atingiu quatro carros e cortou a luz da região do Sagrada Família, Rua Costa Monteiro 750 (foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A.Press )

A forte tempestade que atingiu Belo Horizonte na noite dessa quinta-feira (6) causou uma morte, destruiu diversos lugares e gerou 61 pedidos de atendimento para a Defesa Civil. Quando amanheceu nesta sexta-feira (7), Belo Horizonte assiste o resultado da tempestade e acorda com clima de guerra e destruição na cidade.

De acordo com o balanço divulgado pela Defesa Civil, as ocorrências mais comuns foram quedas de árvore e alagamentos, com 12 cada uma. Três casas apresentaram risco de danos ou destruição e uma passarela apresentou perigo de desabamento. Além disso, cinco muros desabaram.
 
 

Avenida Nossa Senhora do Carmo

Ver galeria . 12 Fotos Paulo Filgueiras/EM/D.A.Press
(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A.Press )

O caso mais grave, em que um motorista de van foi morto pela queda de uma árvore, foi na Avenida Nossa Senhora do Carmo, entre a Avenida Uruguai e a Rua Rio Verde, próximo à Praça da Harmonia.
 

Raio derrubou árvore que matou motorista da van

Um raio causou a queda da árvore que vitimou o motorista de van Ranur Pierre da Silva Carneiro na noite desta quinta-feira. A árvore tinha seis toneladas e 15 metros de altura. A informação é do Corpo de Bombeiros. O raio também atingiu um posto itinerante da PM.

A árvore atingiu dois veículos, a van escolar que Ranur dirigia e um Renault Logan, que foi danificado na traseira. No carro, ninguém ficou ferido. Além dos veículos, vários outros estragos foram registrados pela queda do raio.

 
Eucalipto cai em casa na Avenida do Contorno

 
Um eucalipto com oito galhos e de cerca de 15 metros de altura despencou na Avenida do Contorno bloqueando o tráfego desde ontem, depois dos ventos e da chuva que caiu sobre Belo Horizonte. 

Não há trabalho dos Bombeiros no momento para desobstruir a via. O trecho interditado fica na Avenida do Contorno no segmento entre as Ruas Aquiles Lobo, Muriqui e Avenida Bernardo Monteiro, sentido Centro/Hospitais. 

Parte do bairro está sem energia elétrica. A árvore ficava numa parte entre edifícios e acima do metrô. Ao cair, a ela atingiu um edifício onde funciona uma empresa de softwares na qual trabalham 100 pessoas. 

No momento do acidente apenas 10 pessoas estavam no local, pois já havia acabado a energia e a internet. A edificação foi atingida lateralmente, destruindo janelas, telhado de zinco e dois grandes aparelhos condicionadores de ar ficaram pendurados.

 

Quanto choveu por região


A região mais atingida pela chuva em Belo Horizonte foi a Leste. Segundo a Defesa Civil, em um intervalo de duas horas e cinquenta minutos, a regional registrou acumulado de 42,6 milímetros (mm) de precipitação. Várias árvores caíram em bairros como o Santa Efigênia. Em segundo lugar veio a Centro-Sul, onde ocorreu o acidente envolvendo a van escolar, com 29,8mm. Na sequência vieram Oeste, com 19,4mm, e Nordeste, com 11,8mm. No fim da noite, a chuva chegou às regiões da Pampulha e Venda Nova, com novos registros de alagamento na Avenida Vilarinho, um dos pontos críticos da capital.

*Estagiário sob supervisão do editor Benny Cohen

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade